São Caetano vence e segue na Libertadores

O técnico Muricy Ramalho resolveu poupar seus principais jogadores para a final do Campeonato Paulista e colocou sete reservas contra o The Strongest, em La Paz, nesta quinta-feira à noite, na partida que decidia o futuro da equipe na Libertadores. E deu certo. O time venceu por 2 a 0 e se classificou como segundo colocado do Grupo 1, com oito pontos, já que em Montevidéu, o Peñarol venceu o time reserva do América do México só por 2 a 0, ficando atrás no número de gols marcados. O Azulão vai disputar uma repescagem que reúne os quatro piores segundos colocados. Apenas dois prosseguem na competição.Muricy preferiu respeitar as reclamações dos jogadores sobre o cansaço acumulado na seqüência de partidas decisivas que a equipe realizou até a classificação à final do Campeonato Paulista. A decisão ocorre domingo, no Pacaembu, contra o Paulista, sendo que o time do ABC pode perder até por um gol de diferença que será campeão. Anderson Lima, Dininho, Mineiro, Gilberto, Marcinho, Euller e Fabrício Carvalho foram os titulares poupados por Muricy.No jogo desta quinta-feira, o time boliviano começou pressionando, explorando principalmente a jogada aérea. O alvo dos cruzamentos era o atacante Francisco Ferreira, que levava perigo ao goleiro Silvio Luís. Esta foi a principal jogada dos bolivianos no primeiro tempo.Mesmo com o time reserva, o São Caetano mostrou a mesma eficiência ofensiva dos titulares. No primeiro ataque, aos oito minutos, Somália abriu o placar, aproveitando o rebote do goleiro Mauricio Soria, que espalmou um cruzamento feito pelo lateral-esquerdo Triguinho.Com o placar favorável, o time brasileiro conseguiu administrar a partida, dosando o ritmo da partida. Os efeitos da altitude de La Paz, que fica a 3.600 metros do nível do mar, eram visíveis. O goleiro Silvio Luís, por exemplo, teve pequenos sangramentos no nariz, que foram contornados durante a partida.No segundo tempo, o São Caetano resolveu apostar nos contra-ataques rápidos. Como aos 11 minutos, quando Lúcio Flávio, que entrou bem no jogo, fugiu pela direita e cruzou para dentro da área para o zagueiro Gustavo, que acompanhou o ataque. O zagueiro boliviano cortou.Aos 39 minutos, o atacante Warley não perdoou e decidiu a partida. Num contra-ataque, Lúcio Flávio foi lançado e ajeitou de primeira para o atacante dominar e chutar na saída do goleiro. Foi o terceiro gol que Warley marcou nas últimas duas partidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.