São Caetano vence Palmeiras por 3 a 0

A estréia do Palmeiras na Copa Sul-Americana não poderia ter sido mais frustrante e a do São Caetano mais animadora. Depois de meses sem enfrentar um time de Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, o time do Palestra Itália foi dominado pela equipe do ABC e derrotada por 3 a 0, com dois gols de cabeça: um do baixinho Adhemar, e outro do zagueiro Gustavo. Mineiro definiu o placar. O time comandado por Jair Picerni praticamente não chegou com perigo à área adversária durante todo o confronto. O desânimo tomou conta dos jogadores após a partida. ?Nem digo sobre o terceiro gol porque a gente já estava no desespero, mas não podemos tomar dois gols bobos como os que tomamos no primeiro tempo?, desabafou Magrão, para quem ?o São Caetano foi infinitamente melhor do que o Palmeiras?. A opinião sobre a superioridade adversária foi compartilhada pelo goleiro Marcos. ?A não ser pelos dois lances de falta do Alceu, o time quase não atacou?, observou. Desde a pré-temporada para a Série B do Campeonato Brasileiro que o técnico Jair Picerni tem insistido em treinar as jogadas vindas das laterais. Nesta quarta-feira, mostrou que havia motivos para trabalhar tanto este fundamento. Apesar da tentativa do treinador de acertar o posicionamento dos jogadores, o time falhou, em especial aos 29 minutos, quando o atacante Adhemar, 1,68 metro, subiu sozinho depois de lançamento de Zé Carlos e cabeceou para o chão sozinho, sem nenhum defensor para dar combate. Marcos, atrapalhado, não conseguiu evitar o gol. Em vantagem no marcador, o São Caetano passeou em campo até que, aos 44 minutos, o Palmeiras sofreu nova jogada aérea. Em escanteio a favor do time do ABC, Gustavo, que enfrentava seu antigo clube, subiu mais do que os dois jogadores palmeirenses e ampliou o placar. No segundo tempo, com o atacante André fazendo sua estréia, o time não conseguiu ir muito melhor. O São Caetano proporcionava uma bela despedida ao técnico Nelsinho e dominava a partida, apesar das tentativas palmeirenses de armar alguma jogada. Aos 35 minutos, o meia Capixaba lança o volante Mineiro, que aproveita a oportunidade para definir o marcador para o São Caetano. Para piorar ainda mais a situação do Palmeiras, o time perdeu Correia durante o primeiro tempo e pode ter de adiantar a estréia do recém-contratado Baiano para a partida contra o Paulista, sábado, em Jundiaí.

Agencia Estado,

30 de julho de 2003 | 20h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.