São-paulinos ignoram Leão

Da parte dos jogadores do São Paulo, não haverá nenhum sentimento de pena ou nostalgia pelo fato de enfrentar o ex-treinador, Emerson Leão no clássico desta quinta-feira. Oficialmente, todos respeitam o atual comandante do Palmeiras e reconhecem seus méritos por ter levado o Tricolor à conquista do campeonato estadual, em abril. Porém, ao se referir ao antigo técnico, os comentários são frios. "Ele é um grande treinador, fez um trabalho muito positivo no São Paulo, mas hoje ele quer que sua equipe vença, assim como nós queremos que o São Paulo ganhe", disse o volante Josué. Outra razão para que os são-paulinos não tenham nenhum sentimento especial por Leão é a diferença de estilo de trabalho com Paulo Autuori. "O Leão dá o treino e vai para o canto dele. O Paulo conversa mais com a gente", contou o meia Souza. Alguns, como o lateral Júnior, não fizeram questão de esconder a mágoa com o ex-comandante. "Não trabalho mais com ele", disse, em entrevista a um programa de televisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.