J.F. Diorio/AE
J.F. Diorio/AE

São-paulinos lamentam resultado mas não se abalam

'O mais importante foi que, ao menos, conseguimos um ponto, e segue a disputa', diz Jorge Wagner

AE, Agencia Estado

20 de setembro de 2009 | 19h41

O empate por 1 a 1 contra o Santo André neste domingo não foi o resultado que o São Paulo esperava. Após o jogo, os jogadores são-paulinos não conseguiram disfarçar o desânimo depois de desperdiçar a chance de assumir a liderança do Campeonato Brasileiro pela primeira vez nesta edição.  

 

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Santo André 1 x 1 São Paulo

 Ouça os gols pela Rádio Eldorado/ESPN - São Paulo 1 a 0; São Paulo 1 a 1

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"A gente só podia pensar em assumir a ponta da classificação nesta partida", afirmou o meia Jorge Wagner. No entanto, o jogador lembrou que, mesmo com o empate, o São Paulo ainda está firme na briga pelo título. "O mais importante foi que, ao menos, conseguimos um ponto, e segue a disputa", disse.

Agora, resta ao time tricolor se recuperar diante do Corinthians, no Morumbi, domingo. Washington, que vai brigar por posição no ataque são-paulino diante do rival, foi incisivo em relação à importância do próximo jogo. "A obrigação agora aumenta contra o Corinthians", alertou o centroavante, que iniciou o jogo contra o Santo André no banco de reservas e entrou em campo somente no final da partida. "Temos uma responsabilidade muito grande sempre. E também não podemos nos abalar porque há ainda muitos jogos pela frente no campeonato".

O São Paulo terá o reforço de Hernanes no clássico. O volante, considerado pelo técnico Ricardo Gomes como o jogador mais importante da equipe, está completamente recuperado de uma lesão no joelho direito. Na segunda-feira, quando o elenco se reapresentar, Hernanes deve fazer seu primeiro treino com bola depois de 21 dias afastado. Se nada sentir, seu retorno estará assegurado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.