Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

São-paulinos não culpam novo esquema por derrota

'Acho que tem outros fatores que determinaram a nossa derrota', diz o meia Marcelinnho Paraíba

Gabriel Navajas, Agencia Estado

17 de janeiro de 2010 | 21h04

Os jogadores do São Paulo não quiseram colocar a culpa da derrota para a Portuguesa na mudança de esquema tático. Antes acostumado ao 3-5-2, que consagrou o clube nas últimas temporadas, o time começou 2010 no 4-4-2, preferência do técnico Ricardo Gomes. No primeiro desafio, porém, a equipe tropeçou e mostrou muitas deficiências no meio de campo.

Veja também:

linkSão Paulo perde na estreia para a Portuguesa por 3 a 1

linkRicardo Gomes credita derrota a segundo tempo ruim

especial QUIZ - Você sabe tudo sobre o Paulistão?

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

som Rádio Eldorado/ESPN - São Paulo 1 x 0 / 1 x 1 Portuguesa / 1 x 2 Portuguesa / 1 x 3 Portuguesa

"Não acho que a culpa foi da mudança de esquema. Quando você está com um jogador a menos [Dagoberto foi expulso aos 19 do segundo tempo], se não se fechar vai tomar gol mesmo", argumentou o zagueiro André Dias. "O Morumbi é um campo grande, que faz com que muitos espaços apareçam. Se a gente não se fechar, vai correr errado mesmo. Por isso que perdemos. Não tem nada a ver com a mudança do 3-5-2 para o 4-4-2. Não se fechando, pode acontecer com qualquer esquema".

Nem mesmo a falta de ritmo de jogo e o fato de o elenco ainda não estar 100% fisicamente serviram como explicação. "Faltou um pouco de atenção para a gente. Mas nada melhor do que uma vitória no próximo jogo para a gente recuperar a confiança", disse Jean.

Destaque do São Paulo, o meia Marcelinho Paraíba preferiu tirar o peso da expulsão de Dagoberto. Para ele, o fato de a equipe ter atuado mais da metade do segundo tempo com um jogador a menos não foi o fundamental.

"Acho que tem outros fatores que determinaram a nossa derrota. Jogamos bem no primeiro tempo e no segundo faltou atenção, estávamos relaxados. Depois da expulsão ficou pior, claro. É complicado jogar com um a menos tendo que buscar o resultado, estávamos perdendo de 2 a 1. Mas não podemos analisar uma temporada por um jogo".

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.