São-paulinos pedem para Hernanes ficar para Libertadores

No entanto, melhor jogador do Brasileirão 2008 diz que no momento só pensa em aproveitar as férias

André Avelar - estadao.com.br,

10 de dezembro de 2008 | 10h52

A torcida do São Paulo já faz campanha para que o melhor jogador do Brasileirão 2008 continue na equipe para a disputa da Copa Libertadores do próximo ano, principal sonho de conquista do time. Aos gritos de "fica Hernanes" por parte dos mais de 400 torcedores que estiveram presentes na inauguração de mais uma unidade da SAO Store (grife do time em parceria com a Reebok), o volante se esquivou das perguntas sobre sua possível saída do clube.  Veja também: Vote: Você concorda com a escolha da seleção do Brasileirão?A hegemonia tricolor no BrasileirãoMonte seu time dos sonhos do São PauloMuricy diz querer a Libertadores mais que o São Paulo Para Muricy Ramalho, técnico tem que ganhar até par ou ímparSTJD vai ouvir envolvidos em denúncia da Federação Paulista Brasileirão 2008 - Classificação Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Emocionado com o carinho da torcida, Hernanes limitou-se a dizer que ainda não recebeu proposta para deixar o clube. "No momento, só penso em comemorar a conquista do Brasileirão e de curtir as férias [o atleta se reapresenta em janeiro, para a disputa do Paulistão]." O título da Copa Libertadores é o principal objetivo do São Paulo na próxima temporada. Para isso, o clube deve trazer reforços que atuam no Brasil. A meta do técnico Muricy Ramalho, no entanto, é não perder as principais estrelas. Além de Hernanes, outro destaque da campanha do tricampeão brasileiro foi o volante Jean, que também esteve na inauguração da loja do São Paulo. "Conquistar o Brasileirão é muito bom, mas disputar uma Libertadores deve ser melhor ainda", afirma o jovem jogador. "Voltei para o São Paulo neste ano e não esperava terminar com um título. É muito bom ter o trabalho reconhecido pela torcida. Para 2009, acredito que estarei mais experiente para ajudar o time na competição sul-americana." PROVOCAÇÃODagoberto falou sobre as camisas que o São Paulo pretende lançar, provocativas aos rivais Palmeiras e Corinthians ("Libertadores, eu nunca vou te abandonar" e "6 da A e 0 da B"), em uma alusão clara aos títulos nacionais. "Só iremos jogar contra essas equipes no Paulistão dentro de dois ou três meses. Acredito que não teremos nenhum problema. A provocação fica apenas para os torcedores."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.