Daniel Teixeira / Estadão
Daniel Teixeira / Estadão

São-paulinos pedem para torcida não pressionar Ganso

Jogador estreia na equipe paulista no próximo domingo em partida contra o Náutico

CIRO CAMPOS, Agência Estado

15 de novembro de 2012 | 20h37

SÃO PAULO - O São Paulo vive a expectativa da estreia do meia Paulo Henrique Ganso no domingo, contra o Náutico. O jogador vai entrar no decorrer da partida e, para acompanhar esse debut, o clube espera estádio lotado. Mas o elenco pede para a torcida ter paciência e evitar que a ansiedade se transforme em pressão, o que atrapalharia o desempenho do time em um compromisso que pode deixar a equipe mais perto da Libertadores de 2013.

"O torcedor tem que entender que o Ganso vem de semanas parado. Será a primeira partida dele, então ele ainda vai ter que pegar mais ritmo de jogo", disse o lateral-direito Paulo Miranda, alertando que o reforço pode não render o esperado nesse primeiro momento. O volante Wellington recomendou que a torcida não fique pedindo a entrada de Ganso logo nos primeiros minutos. "Espero que ao torcedor saiba fazer o papel dela e nos apoie. O Ganso e todo o nosso elenco está acostumado a jogar em estádio cheio", afirmou.

O São Paulo reduziu à metade o preço dos ingressos para o jogo e até esta quinta-feira já tinha vendido 40 mil bilhetes para a estreia de Ganso. Restam ainda 22 mil. A expectativa da diretoria é ter no domingo o maior público do Campeonato Brasileiro, que atualmente é o do jogo contra o Fluminense, também no Morumbi, há duas semanas. Na ocasião o estádio recebeu 54 mil pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCGanso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.