Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

São-paulinos reclamam de arbitragem 'irritante' após empate sem gols com o Inter

Diego Souza e Everton dizem que o São Paulo foi atrapalhado no duelo em casa pela 10ª rodada do Brasileirão

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

06 Junho 2018 | 00h00

Jogadores do São Paulo saíram de campo reclamando muito da arbitragem do duelo contra o Internacional que terminou empatado por 0 a 0 no Morumbi, nesta terça. Para o atacante Everton, o árbitro Paulo Roberto Alves Junior veio ao estádio para "fazer o que quiser". O juiz anotou 28 faltas dos mandantes, contra 8 do Inter.

Desfalcado, São Paulo erra demais, fica no 0 a 0 com o Inter e ouve vaias

"Tivemos muitas dificuldades, pelo entrosamento, mudou bastante a equipe. Mas não é desculpa", reconheceu o jogador, na saída do gramado. "Só é complicado que o árbitro vem aqui e faz o que quer. Para os caras, ele dá falta. Para a gente, ele não dá."

Apagado na partida, o artilheiro do time na temporada, com oito gols, Diego Souza, também reconhece o mau jogo tricolor, mas não poupa o juiz de críticas. Para ele, as faltas marcadas a favor do Inter fizeram os gaúchos crescerem na partida.

"Nossa equipe hoje tentou jogar por cima do adversário, mas não conseguimos", analisou Diego. "Tivemos uma atuação ruim. Mas não é de hoje que dentro da nossa casa pegamos um juiz que irrita. Pegou na bola, é falta, dentro da nossa casa. Isso faz o adversário ganhar o jogo, moral, querer crescer." 

O São Paulo volta a campo neste sábado para enfrentar o Atlético-PR na Arena da Baixa, onde nunca ganhou. Os paranaenses foram os algozes da equipe tricolor na Copa do Brasil deste ano. Após perder por 2 a 1 em Curitiba, o São Paulo cedeu um empate por 2 a 2 e foi eliminado na 4ª fase do torneio em pleno Morumbi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.