Rubens Chiri/ São Paulo
Rubens Chiri/ São Paulo

São Paulo acerta a permanência de Raí para a próxima temporada

Diretor executivo de futebol tem contrato até o fim deste ano e renovará para 2020

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2019 | 17h47

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, definiu nesta sexta-feira que Raí permanecerá como diretor executivo de futebol para a próxima temporada. Ele terá o contrato renovado até o fim de 2020. O vínculo atual vence neste ano.

Raí vem sendo criticado por conselheiros e torcedores por causa do planejamento desta temporada. A troca no comando da diretoria de futebol era vista como certa, mas Leco decidiu manter o dirigente após a conquista da vaga direta na fase de grupos da Libertadores. O apoio do elenco também pesou.

Ex-jogador e ídolo do São Paulo, Raí está na diretoria do clube desde 2017. Além dele, também compõem o departamento o gerente de futebol Alexandre Pássaro e o diretor adjunto de futebol Fernando Chapecó.

Selada a permanência de Raí, a ideia é que o CT da Barra Funda sofra diversas mudanças em sua estrutura. O presidente Leco quer o superintendente de relações institucionais Lugano mais perto do futebol, com participação mais ativa no dia a dia.

Com a decisão de manter Raí, o São Paulo vai intensificar o planejamento para 2020. O técnico Fernando Diniz e sua comissão permanecerão para a próxima temporada. O treinador também vem sofrendo com críticas de conselheiros e torcedores, mas teve o trabalho defendido pelos jogadores.

Tudo o que sabemos sobre:
RaíSão Paulo Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.