Ivan Altmand/São Paulo FC
Ivan Altmand/São Paulo FC

São Paulo vende Luiz Araújo e Thiago Mendes para o Lille

Próximo alvo é o lateral Junior Tavares, que pode ir para o Ajax

Gonçalo Junior e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

02 de junho de 2017 | 10h25

Depois de concluir a venda do atacante Luiz Araújo para o Lille, da França, na noite desta sexta-feira, por € 10,5 milhões (R$ 38 milhões), o São Paulo acertou a venda do volante Thiago Mendes para o mesmo clube. Emissários franceses estão no Brasil, e a assinatura dos contratos será feita nos próximos dias. Embora a janela de transferências para a França se inicie apenas no dia 9 de junho, o clube já perdeu dois jogadores.

O próximo jogador a ser negociado deve ser o lateral Junior Tavares, que está na mira do Ajax, da Holanda, o mesmo que contratou David Neres no início do ano. 

Na negociação de Luiz Araújo, o clube ficará com R$ 30,4 milhões, valor correspondente a 80% dos direitos federativos do jogador. O restante (R$ 7,6 milhões) vai para os cofres do Mirassol, clube que revelou Luiz Araújo e detém os outros 20%. 

Na venda de Thiago Mendes, o valor é de € 7,5 milhões (R$ 27,1 milhões). O clube do Morumbi tem direito a 80% do valor total (R$ 21,6 milhões). Os 20% restantes são do Goiás, que revelou o jogador. O São Paulo ficará, portanto, com cerca de R$ 52 milhões.

Luiz Araújo foi promovido ao time profissional no ano passado. Ele viveu ótima fase no começo do ano, mas caiu de rendimento e chegou a ficar dois meses sem marcar gols. O atacante voltou a balançar as redes contra o Avaí e, no clássico com o Palmeiras, teve boa atuação, também deixando sua marca contra Prass. 

Thiago Mendes disputou 141 jogos e marcou 11 gols desde 2014. Em 2017, ele se tornou peça fundamental do esquema de Rogério Ceni, mas atualmente se recupera de uma lesão no joelho direito. 

A venda de jogadores já era prevista pela diretoria do São Paulo nesta janela de transferências. Com dificuldades financeiras, principalmente em virtude de alta dívida bancária, o clube possui poucos recursos disponíveis para reforçar o elenco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.