São Paulo adia planos para Leonardo

O técnico Nelsinho Baptista tinha planos para contar com Leonardo, atualmente no Milan, já a partir da Copa do Campeões. A volta do ex-craque do São Paulo ao Morumbi está certa, mas o jogador só poderá desligar-se definitivamente do clube italiano no fim do mês. Por essa razão, Leonardo não pode ser inscrito na competição, que se realiza em Maceió e João Pessoa, por causa do regulamento atual. No ano passado, os clubes poderiam assegurar a vaga do atleta na Copa do Brasil com o pedido de inscrição, mesmo que a documentação do atleta fosse regularizada posteriormente."Agora, podemos inscrever o jogador na competição a qualquer momento, mas desde que ele esteja com seu contrato no clube devidamente registrado na CBF (Confederação Brasileira de Futebol) até a véspera do início da Copa do Brasil, o que não é ainda o caso de Leonardo", disse Nelsinho, em Maceió, pouco antes da estréia do São Paulo na Copa dos Campeões contra o Sport Recife.Se o São Paulo quisesse contar com o craque desde o início do torneio teria que pagar uma indenização ao Milan para liberar o atleta com antecedência. ?Portanto, não teremos o reforço na competição, mesmo que o time vá para a final. É assunto definido", diz o técnico.Mas tudo indica que Leonardo, com sua experiência, reforçará o time na primeira partida do São Paulo na Copa Mercosul contra o Peñarol, do Uruguai, dia 24, no Morumbi. O treinador, com calma, assegura que poderá montar o time para disputar as competições do segundo semestre.O zagueiro Émerson, da Portuguesa, continua nos planos do técnico do São Paulo, mas as negociações com o clube do Canindé foram suspensas até o fim da participação do São Paulo na Copa dos Campeões. "Eu tive menos de um mês para preparar a equipe que estrearia na Copa do Brasil. Desse período, 10 dias foram dedicados à preparação física. Mesmo assim, deu para começar a pôr em prática o que pretendemos para o time na questão tática, disciplina e organização", acrescenta o treinador. "A medida que os jogos ocorrerem vamos acertar o time." O São Paulo não tem ambição para fazer grandes investimentos em reforços.Nelsinho ainda está fazendo uma avaliação mais concreta do elenco. De qualquer forma a "moeda" mais comum que deve circular no Tricolor para contratações será a troca de jogadores em disponibilidade com os reforços pretendidos.A atitude indica que a equipe deverá continuar com a política de "fabricar" jogadores nas categorias amadoras.O supervisor do clube do Morumbi, José Teixeira, ressalta que dos 22 jogadores que fazem parte da delegação na Copa dos Campeões, quatro saíram recentemente dos juniores: Gabriel (lateral-direito), Maurício (atacante), Leandro Alves (meia) e Daniel (volante). "Mas na verdade contamos com 10 atletas em condições de ficar à disposição do treinador. Só não estão todos aqui, por causa da seleção sub-20", explica Teixeira. São os casos de Júlio Santos (zagueiro), Kaká (atacante), Júlio Batista (meia), Márcio (goleiro) e Oliveira (atacante), além de Saraiva,(atacante) e Wilton (lateral-direito), que participam de outras competições. Renatinho transferiu-se para o São Caetano.

Agencia Estado,

23 de junho de 2001 | 15h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.