São Paulo admite ouvir propostas por volante Hernanes

Empresário do jogador diz que já foi consultado por times europeus; multa do jogador é de 25 milhões de euros

Martín Fernandez, Agencia Estado

12 de dezembro de 2008 | 08h28

O São Paulo terá muito trabalho para segurar o volante Hernanes em 2009. Eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro pela CBF, o jogador entrou na lista de reforços de vários clubes europeus. A movimentação no Morumbi já existe para tratar da possível venda de Hernanes. "Ainda é cedo para comentar sobre isso, mas muitos times já nos consultaram", desconversou o empresário do atleta, Lee Joseph.Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoO São Paulo é dono de 75% dos direitos econômicos do jogador. Os demais 25% estão divididos entre investidores. E a multa rescisória feita pelo clube é de 25 milhões de euros (perto de R$ 78 milhões). "Alguns clubes, que já tentaram contratá-lo em outras oportunidades, podem investir novamente nesta janela de transferências", confidenciou Lee Joseph. O assédio sobre o volante já havia sido forte no meio do ano, mas o São Paulo conseguiu mantê-lo no elenco. Na ocasião, Barcelona e CSKA Moscou chegaram a fazer propostas. O presidente Juvenal Juvêncio, porém, bateu pé e não aceitou vendê-lo por menos do que os 25 milhões de euros estipulados na rescisão contratual.Agora, os dirigentes do São Paulo preferem esperar a definição do quadro. "Chega muito boato aqui, muita sondagem, e, por enquanto, é só isso", declarou o diretor de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes. "Papel assinado, proposta concreta, não há nenhuma. Na hora em que chegar, aí sim vamos sentar e conversar."Segundo Lee Joseph, as propostas agora devem ser maiores. "Ele foi o melhor jogador do Brasileirão, vários clubes já estão querendo contar com ele em 2009, mas poucos terão condições de pagar", disse o agente. "O Hernanes já pode ser considerado um jogador classe A."Pessoas que cercam o volante garantiram que ele só faz uma imposição na hora de se transferir do Morumbi. "Quero jogar num clube que tenha os mesmos objetivos do que eu: disputar grandes títulos", declarou o jogador a amigos.Nas cerimônias de que participou recentemente, como na festa da CBF, Hernanes despistou quando perguntado sobre seu futuro. "Saio de férias agora, vou viajar com a minha família e me reapresento no dia 12 de janeiro como jogador do São Paulo. Estou feliz aqui e só isso já é suficiente para eu continuar, mas sei que não vou continuar no Brasil para sempre", admitiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCHernanes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.