Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo admite que derrota poderia ser ainda pior no clássico

Tricolor continua sem ganhar clássicos na temporada 2015

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

26 Março 2015 | 00h22

Para o São Paulo a derrota por 3 a 0 para o Palmeiras, nesta quarta-feira, foi pouco perto do que poderia ter sido. Com um jogador a menos desde os sete minutos de partida, o time admitiu que poderia ter sido goleado no clássico, realizado no Allianz Parque e válido pelo Campeonato Paulista.

"Difícil de explicar o que aconteceu. Não rendemos bem e tivemos que nos fechar para não tomarmos mais gols", explicou o Rogério Ceni. O goleiro disse que no lance do primeiro gol falhou ao julgar que o chute de Robinho iria por cima após o capitão tricolor ter errado um chute. A atuação ruim e com pouquíssimos lances de perigo fez a equipe deixar o campo envergonhada. "É uma noite para esquecer, O gol e a expulsão foram muito rápidas e eles souberam ficar com a bola e nos cansar", disse o volante Hudson.

A pior derrota no ano manteve o time sem ganhar de rivais no ano e com a certeza de que precisa melhorar muito para se salvar de novos vexames, como o de desta quarta. "O começo de jogo nos complicou muito. Mesmo assim, poderíamos ter feito mais", comentou o lateral-esquerdo Carlinhos.

Com o resultado, o time continua ainda sem marcar gols diante dos grandes de São Paulo. Foram duas derrotas para o Corinthians (2 a 0 e 1 a 0), além do empate em 0 a 0 com o Santos e a derrota para o Palmeiras.

Mais conteúdo sobre:
futebol São Paulo FC Palmeiras Paulistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.