São Paulo adota a tática do mistério total para a decisão

O técnico Muricy Ramalho resolveu esconder tudo no São Paulo para a partida decisiva da Copa Libertadores da América contra o Internacional, nesta quarta, em Porto Alegre. No último treinamento antes da viagem para o Sul, na manhã desta terça-feira, no CCT da Barra Funda, Muricy não divulgou quem será o substituto do volante Josué, expulso no primeiro jogo.Além disso, a situação do atacante Ricardo Oliveira, que precisa ser liberado pelo Betis, continua indefinida e detalhes da viagem para o Rio Grande do Sul, como horário do vôo e local de concentração, não foram divulgados - isso para tentar evitar qualquer provocação por parte dos torcedores do Inter.Para o lugar de Josué, o técnico são-paulino deixou claro que tem várias opções. Richarlyson ou Ramalho podem entrar para manter o mesmo padrão de jogo, mas a surpresa pode ficar por conta da entrada de Thiago ou Aloísio no ataque e o recuo de Leandro para o meio-de-campo. Caso Ricardo Oliveira não possa jogar, os dois atacantes começariam no time titular.Outro que pode entrar na equipe é o zagueiro André Dias, que segue numa luta judicial com o Goiás, seu ex-clube. Caso consiga parecer favorável até esta quarta, será mais uma opção para Muricy Ramalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.