Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo ainda busca um camisa 9 para reforçar a equipe na temporada

Além do atacante, time pretende trazer um volante e espera chegar logo a um acordo com o Shandong por Jucilei

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

03 Fevereiro 2017 | 10h15

O São Paulo continua atrás de um centroavante para a temporada. Tentou sem sucesso o paraguaio Colmán, que foi para o futebol nos Estados Unidos, e está monitorando outros atletas para tentar achar um camisa 9 para o técnico Rogério Ceni. Para o presidente Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco, a diretoria está atenta a qualquer nova possibilidade.

"Nossa área de análise e scout está fazendo avaliações. O tema está aberto e gostaríamos muito de resolver essa questão. Um camisa 9 daria o formato ideal para o São Paulo enfrentar de forma positiva a perspectiva de conquistar títulos ou ter uma participação à altura de sua história", afirmou o dirigente, em entrevista à rádio Transamérica.

Leco revelou que existe o interesse em um grande artilheiro, mas a situação econômica do clube dificulta qualquer negociação. "O Pratto é um ótimo jogador, foi sonhado pelo Patón quando esteve aqui. É óbvio que se houver uma possibilidade, que ainda não se mostrou, vamos desenvolver nossos estudos para ver se podemos concretizar. Não existe nada efetivo, mas não seria sensato me mostrar indiferente. Ele é um grande jogador, e os grandes jogadores estão sempre na mira do São Paulo."

O dirigente também explicou que Calleri e Nilmar são sonhos muito distantes do São Paulo, assim como o volante Hernanes, que ganha mais de R$ 900 mil por mês na Juventus e teria de reduzir significamente seu salário para reforçar o time do Morumbi. Já o volante Jucilei está próximo e Leco aguarda uma resposta dos chineses.

"Estamos esperando o Shandong Luneng acenar com o que realmente deseja para podermos resolver. Eles têm um ritmo diferente do nosso e pedimos para resolvermos as coisas logo, porque temos o Campeonato Paulista começando dia 5, a Copa do Brasil dia 9, a Sul-Americana dia 28. Isso exige trâmites, documentação, treinamento e preparação. É um jogador que gostaríamos de ter aqui e acho que a recíproca é verdadeira."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.