São Paulo ainda deve a Oswaldo Oliveira

Oswaldo de Oliveira deixou o Flamengo domingo, e disse que, entre Vasco, São Paulo e o clube da Gávea, tinha 14 meses de salários atrasados para receber. O presidente do São Paulo confirmou, em tese, a denúncia do treinador."Quando ele deixou o clube, recebeu todos os seus direitos no que se refere ao contrato de trabalho. Recebeu o 13º, férias proporcionais e tudo o mais. Fizemos então um acordo para ele receber em parcelas o que se referia ao direito de imagem. E nós atrasamos duas dessas prestações. Não sei o total de prestações, sei que atrasamos duas delas", disse Marcelo Portugal Gouvêa.Por meio de um advogado, Oswaldo de Oliveira procurou o São Paulo para cobrar os atrasados. E recebeu uma resposta pouco animadora. "Expliquei que ele receberá assim que chegar o dinheiro da venda do Kaká, será imediato", disse Gouvêa, que não informou quando o dinheiro estará na conta do São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.