São Paulo ajuda Corinthians no STJD

Arquiinimigos em campo, pelo menos no cenário judicial o São Paulo ajudou ao Corinthians na noite de quarta-feira com a obtenção de somente três jogos de suspensão para o lateral-direito Cicinho ante a 3ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O atleta do Morumbi foi julgado por agredir verbalmente o árbitro do confronto contra o Juventude, Lourival Dias Lima Filho (BA), mesmo caso do atacante corintiano Tevez, que pode ser ameaçado com uma suspensão de até um ano pelas ofensas ao juiz Anselmo da Costa (SP).O processo de Tevez foi entregue hoje ao procurador Murilo Kieling e o julgamento deverá ser marcado nesta sexta-feira, para ocorrer na próxima semana.Mas o precedente aberto na sessão de Cicinho servirá de base para a defesa do atleta corintiano, caso a procuradoria do STJD opte por denunciá-lo no art. 188 do Código Disciplinar de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê uma suspensão entre 30 a 180 dias, que é dobrada caso a ofensa tenha sido feita também por algum veículo de comunicação, como ocorreu com o argentino. Já Cicinho foi denunciado no art. 187, pena entre 30 e 180 dias suspenso, porque não proferiu as ofensas pela imprensa, somente ao árbitro.Para ser punido com três partidas de suspensão, o advogado do São Paulo, José Carlos Ferreira, pediu que a denúncia fosse desclassificada para o art. 252 - punição mínima de dois e máxima de seis jogos de suspensão -, também aplicado para ofensas morais ao árbitro, só que "é usado especificamente para julgar atletas". O relator do processo de Cicinho, Marcelo da Silva, acolheu o pedido do defensor e foi seguido pelos demais quatro auditores, que não se opuseram à mudança na denúncia."O senhor está com a razão quando pede a desclassificação para o art. 252, porque são infrações destinadas a aos atletas", ratificou o relator. Com esta decisão, Tevez deverá ser beneficiado e, com isso, a procuradoria nem deve recorrer ao art. 188, mas ao art. 252 para denunciar o atacante corintiano. E a probabilidade de a punição de Cicinho ser aplicada ao argentino é grande, já que o lateral não foi condenado a pena mínima por ser reincidente, como o atacante corintiano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.