José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

São Paulo aluga CTs para EUA e Colômbia e vai treinar no Morumbi

Centros de treinamento da Barra Funda e de Cotia serão entregues nesta sexta-feira à Fifa

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2014 | 07h00

SÃO PAULO - O São Paulo deve faturar cerca de R$ 2,5 milhões com o aluguel de seus dois centros de treinamento (Barra Funda e Cotia) para as seleções dos Estados Unidos e da Colômbia, respectivamente. Os centros serão entregues à Fifa sexta-feira. Esse valor pode aumentar em caso de classificação das seleções para a segunda fase, pois os contratos foram feitos por dia de uso.

Apesar dos valores vantajosos na opinião da diretoria, suficientes para cobrir os custos e ainda gerar lucro, o aluguel vai gerar alguns incômodos. A partir de amanhã, por exemplo, os treinos da equipe profissional serão realizados no Morumbi, que foi escolhido pela boa localização. As alternativas eram o CT de Guarapiranga, que ficará com as categorias de base, e a Arena Barueri. Todos os funcionários do CT de Cotia ficarão de prontidão – até mesmo os profissionais do Reffis (centro de reabilitação física). Na Barra Funda, os EUA têm um sistema próprio de segurança e, por isso, só uma parte dos funcionários são-paulinos vai trabalhar.

O time paulista só deixará de treinar no Morumbi se concretizar uma excursão prevista para a América do Norte no período da Copa. A diretoria está com dificuldades para encontrar clubes que cubram os custos da viagem – outros times estariam jogando de graça no exterior.

PROBLEMAS NA ZAGA 

Recuperado de uma lesão no joelho direito, o zagueiro Paulo Miranda treinou nesta quarta-feira e poderá voltar ao time no domingo, contra o Flamengo, no Maracanã. Fora de casa, o São Paulo vai tentar interromper a sequência de três empates no Brasileirão.

Paulo Miranda pode resolver um problema na zaga: o titular Rodrigo Caio terá de se apresentar à seleção brasileira sub-21 que vai disputar o Torneio de Toulon, na França. O lateral Auro, o meia Lucas Evangelista e o atacante Ademilson também foram convocados. A diretoria tenta a liberação de Rodrigo e Ademilson, que viajariam após a partida. As outras opções da zaga são Edson Silva e Lucão. O volante Wellington pediu dispensa do treino de ontem para acertar os últimos detalhes de sua transferência para o Internacional. Ele vinha perdendo espaço desde a chegada de Muricy Ramalho, que escolheu Souza e Maicon como os volantes titulares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.