São Paulo ansioso pela festa no Brasil

A maior preocupação dos jogadores do São Paulo, no vôo de 11 horas entre Tóquio e Frankfurt - a delegação fez escala na Alemanha antes de voltar para casa -, era saber se haveria desfile em um carro do Corpo de Bombeiros quando chegassem ao Brasil. Todos mostraram estar ansiosos pelo reencontro com a torcida, na manhã desta terça-feira, e com a festa pela conquista do título mundial.A delegação são-paulina deixou o Japão na manhã desta segunda-feira. Todos estavam muito cansados, pelo jogo de domingo com o Liverpool e pela comemoração no Sheraton Bay Hotel, onde estavam hospedados. Tanto que, os jogadores sentaram-se no chão do aeroporto de Narita, esperando o embarque.Dentro do avião, a festa dos jogadores começou apenas na segunda metade do vôo. O cardápio foi o de sempre: samba, axé, sertanejo e, como atração principal, gritos de ?É campeão? e ?Campeão do mundo?, após o hino do São Paulo. As aeromoças também embarcaram na festa. Algumas chegaram a pegar um tamborim ou tentaram acompanhar as canções. Como a escala em Frankfurt durou cerca de 6 horas, a diretoria do São Paulo resolveu levar toda a delegação para um hotel na cidade alemã. Assim, deu para ganhar energia para a parte final da viagem e, principalmente, para a festa na chegada ao Brasil.

Agencia Estado,

19 de dezembro de 2005 | 15h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.