Sergio Neves/AE
Sergio Neves/AE

São Paulo aposta no Morumbi para voltar a vencer

Time faz as duas próximas partidas em casa e busca a recuperação no Brasileiro

Fernando Faro, O Estado de S.Paulo

14 de setembro de 2012 | 10h51

SÃO PAULO - Foram dois pontos conquistados nos últimos 12 disputados. Se no começo do mês o astral no São Paulo estava elevado e todos consideravam questão de tempo até entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro, a realidade é bem diferente agora. Já são seis pontos de distância para o Vasco, último integrante do bloco.

Mas existe um último suspiro na briga para reverter a situação. A equipe volta ao Morumbi e faz os dois próximos jogos em casa – contra Portuguesa e Cruzeiro. A expectativa é que duas vitórias recoloquem o Tricolor na briga e empurrem a má fase para o passado, mas os próprios jogadores admitem que não é mais possível tropeçar. “Não podemos vacilar mais, né? São dois jogos em casa e temos de conquistar os seis pontos; é obrigação se quisermos ainda sonhar com a Libertadores”, alertou Lucas.

Curiosamente é o ataque, e não a contestada defesa, que tem deixado a desejar. A equipe foi vazada três vezes nas últimas quatro partidas. Em compensação o setor ofensivo minguou: marcou apenas uma vez. A seca coincide com a impossibilidade de Ney Franco escalar Lucas e Luis Fabiano juntos. O camisa 7 desfalcou a equipe contra Inter e Santos, já o artilheiro não participou dos duelos contra Bahia e Atlético-MG.

Jogar em casa tem se mostrado a tábua de salvação da equipe até aqui. Péssimo visitante (venceu apenas três jogos longe de casa), o Tricolor conquistou 25 dos 36 pontos atuando no Morumbi e terá reforços para as próximas partidas. Além de Denilson, que retorna de suspensão, Luis Fabiano e Rhodolfo podem ficar à disposição. Por outro lado, Douglas e Paulo Miranda, suspensos, não encaram a Lusa.

Ney Franco terá apenas um treino para arrumar a equipe. Mesmo que não faça o time ser brilhante, o treinador sabe que precisa ser eficiente

Tudo o que sabemos sobre:
BrasileirãoSao Paulo FC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.