Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

São Paulo aproveita expulsão e goleia Mirassol de virada em estreia

No Pacaembu, equipe tricolor bate adversário por 4 a 1 em largada no Campeonato Paulista

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

19 Janeiro 2019 | 21h24

O São Paulo começou o Campeonato Paulista com o melhor roteiro possível. No Pacaembu, o time mostrou poder de reação e lances bonitos para derrotar o Mirassol de virada por 4 a 1, neste sábado, pela primeira rodada da competição. O começo positivo dá ao técnico André Jardine mais confiança para trabalhar depois de duas derrotas no início da temporada, na Flórida Cup. 

O placar confortável teve como momento decisivo uma expulsão no início do segundo tempo. O zagueiro do Mirassol Leandro Amaro levou dois amarelos no intervalo de sete minutos e deixou o time desfalcado logo depois de ter levado a virada. Apesar disso, o São Paulo mostrou competência para conseguir aproveitar a situação favorável e mostrar qualidades, como o entrosamento entre Nenê e Pablo e a chegada de volantes à área.

Os são-paulinos tiveram um fim de tarde complicado. Antes do jogo, uma queda de luz no Pacaembu derrubou o sistema de operação de catracas e atrasou a entrada de parte da torcida. Alguns estavam longe dos assentos quando o placar já estava desfavorável. Aos 12 minutos, o Mirassol fez rápida jogada pela direita e após cruzamento, Bruno Peres marcou contra.

O São Paulo procurou o empate ao apostar mais na velocidade, e menos na paciência. Sem Hernanes, que ainda não está inscrito, o time tentava chegar pela esquerda, com Reinaldo e Everton. A insistência pelo lado rendeu alguns escanteios e em um deles, Nenê cobrou para Anderson Martins subir de cabeça e empatar, aos 28 minutos. 

A igualdade deixou o time mais tranquilo, porém não evoluiu o nível do futebol. As chances de gol continuaram raras. Para solucionar a falta de inspiração, era preciso repetir a receita do que deu certo. Pois no começo do segundo tempo novamente uma jogada pela esquerda rende uma bola parada, desta vez uma falta. Reinaldo cobrou e Pablo desviou de cabeça, aos 4 minutos.

O jogo que começou com susto virou goleada a partir dos 11 minutos. A senha para o placar dilatado foi a expulsão do zagueiro Leandro Amaro. O defensor levou dois amarelos no intervalo de sete minutos. Na segunda falta cometida por ele, o lance rendeu o terceiro gol, com Reinaldo. O Mirassol ficou bagunçado e logo depois já sofreu o quarto, com Hudson.

Embora o adversário estivesse fragilizado, o São Paulo não diminuiu o ritmo. A vitória garantida deu ao time confiança para exibir um bom futebol, com tabelas, velocidade e finalizações perigosas. O reforço mais caro para a temporada, Pablo, saiu de campo aplaudido. A equipe volta a campo na quinta-feira. O compromisso será contra o Novorizontino, fora de casa.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 4 X 1 MIRASSOL

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Bruno Peres, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Jucilei, Hudson (Liziero) e Nenê; Helinho (Brenner), Pablo (Everton Felipe) e Everton. Técnico: André Jardine.

MIRASSOL: Matheus Aurélio; Daniel Borges, Riccieli, Leandro Amaro e Alex Ruan; Léo Baiano, Wellington Simião e Jean Carlos (Sandoval); Marquinho (Lelê), Carlão (Yuri) e Felipe Augusto. Técnico: Moisés Egert.

Gols: Bruno Peres (contra), aos 12, e Anderson Martins, aos 28 minutos do primeiro tempo. Pablo, aos 4, Reinaldo, aos 12, e Hudson, aos 20 minutos do segundo tempo

Árbitro: Leandro Bizzio Marinho

Cartões amarelos: Leandro Amaro, Helinho, Hudson, Léo Baiano

Cartão vermelho: Leandro Amaro

Renda: R$ 673.518,00

Público: 21.865 torcedores

Local: Pacaembu, em São Paulo

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.