Paulo Favero/Estadão
Paulo Favero/Estadão

São Paulo atrasa pagamento de direito de imagem de jogadores

Após investimento do clube em reforços, atraso gera mal-estar no elenco

Redação, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2019 | 11h26

O pagamento de direito de imagem de jogadores do São Paulo está atrasado. De acordo com o Uol, a situação gera mal-estar porque o clube investiu recentemente em reforços considerados caros, como o atacante Alexandre Pato e o volante Tchê Tchê.

O São Paulo enfrenta problemas financeiros e quer diminuir a folha salarial em mais de R$ 1 milhão. Por isso, liberou o lateral-direito Bruno Peres, o volante Jucilei e o meia Nenê para procurarem outros clubes. 

As quedas precoces da Libertadores da América e da Copa do Brasil fizeram a diretoria do clube reavaliar os gastos. A previsão orçamentária do clube para 2019 contava que o time chegaria ao menos às quartas de final das duas competições.

O São Paulo previa cerca de R$ 20 milhões com receitas na Libertadores. Após a eliminação no primeiro compromisso no torneio, o clube mudou o planejamento para o restante da temporada, algo que voltou a acontecer por conta da queda nas oitavas da Copa do Brasil. A previsão era de cerca de R$ 5 milhões com receitas na competição nacional de mata-matas (R$ 3.150.000,00 apenas da premiação dada pela CBF aos classificados às quartas de final).

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.