Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

São Paulo bate a Portuguesa por 3 a 2 e fica tranquilo no Paulistão

Estreante Rhodolfo e Rogério Ceni marcam e ajudam time tricolor a vencer

RAFAEL VERGUEIRO, estadão.com.br

13 de fevereiro de 2011 | 18h59

SÃO PAULO - O São Paulo se reabilitou da derrota para o Botafogo-SP e, na tarde deste domingo, garantiu a tranquilidade para a sequência do Campeonato Paulista. No Canindé, pela oitava rodada da competição, superou a Portuguesa por 3 a 2. Para os visitantes, fizeram gols Fernandinho, Rogério Ceni e o estreante zagueiro Rhodolfo. Heverton fez os dois dos mandantes.

Bem colocado no G-8 (a zona de classificação para as quartas de final), com 15 pontos, o time Morumbi pode agora voltar as suas atenções para a Copa do Brasil. A estreia é nesta quarta-feira fora de casa contra o Treze, da Paraíba, às 22 horas. Se vencer por dois gols de diferença ou mais, o São Paulo garante vaga para a segunda fase, sem a necessidade da partida de volta.

Já a Portuguesa, com 10 pontos, fica em situação delicada na tabela de classificação, e começa a ver arriscada sua vaga nas quartas do Paulistão. Nas 11 rodadas que faltam para o término da primeira fase, terá que fazer campanha regular para não ter que acompanhar as decisões pela televisão.

Além do triunfo, os são-paulinos puderam comemorar mais um gol do goleiro Rogério Ceni, que chega aos 98 na carreira (96 reconhecidos pela Fifa). Com 55 de falta e mais 43 de pênalti, falta pouco para o ídolo tricolor de 38 anos atingir a marca centenária.

Pelo Paulistão, o São Paulo só volta a entrar em campo no próximo sábado, às 19h30, contra o Bragantino no Morumbi. No mesmo dia, a Portuguesa pega o São Caetano fora de casa.

Na boa. Novo xodó da torcida, Rivaldo fez neste domingo seu terceiro jogo com a camisa são-paulina. Contrariando algumas expectativas, ele superou a lesão que o incomodou durante a semana e atuou desde o início. Discreto, apenas assustou o goleiro adversário com alguns arremates de longe, e foi substituído por Marlos aos 25 minutos do segundo tempo - sentia o cansaço devido ao calor.

Mas não foi somente o meia que sofreu com o forte sol que não deu trégua no Canindé, e o confronto foi disputado em ritmo lento. Para não se desgastar, já pensando na viagem que terá que fazer nesta semana para a Paraíba, o São Paulo jogou com bastante cautela.

Com um time claramente inferior na parte técnica, a Portuguesa pouco assustou no primeiro tempo. E, depois do primeiro gol, a vitória do São Paulo já estava encaminhada. Aos 29 minutos, após belo cruzamento de Dagoberto, Fernandinho anotou de cabeça.

Já aos 39, foi a vez de Ceni deixar a sua marca, em falta de média distância, muito bem cobrada, sem chances de defesa para Weverton.

Com emoção no final. Quando Alex Silva cometeu pênalti em Fabrício no início da etapa final, alguns pensaram que o panorama do jogo poderia mudar. Heverton converteu aos 12 minutos, mas a Portuguesa não reagiu. Depois disso, o São Paulo voltou a dominar o jogo.

Para selar a boa tarde tricolor no Canindé, até o estreante Rhodolfo marcou o seu gol. Aos 30, Dagoberto bateu falta na área e o zagueiro se antecipou a marcação para desviar de cabeça.

Mas o jogo ainda não estava totalmente resolvido. Aos 41, após cruzamento na área de Luís Ricardo, Heverton cabeceou para marcar o segundo da Portuguesa.

Os minutos finais foram emocionantes, com a Portuguesa desesperada em busca do empate, que só não aconteceu aos 44 porque Rogério Ceni é um grande goleiro. Marco Antonio mandou uma bomba na cobrança de falta em frente à área e exigiu uma derradeira grande defesa do arqueiro.

PORTUGUESA - 2 - Weverton; Paulo Sérgio, Domingos, Preto Costa e Marcelo Cordeiro; Fernandinho, Ademir Sopa, Marco Antônio e Ivo (Fabrício); Kempes e Jael (Heverton). Técnico: Sérgio Guedes

SÃO PAULO - 3 - Rogério Ceni; Rhodolfo, Miranda e Alex Silva; Jean, Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Rivaldo (Marlos) e Juan; Dagoberto e Fernandinho (Marcelinho Paraíba). Técnico: Paulo César Carpegiani

Gols - Fernandinho, aos 29, e Rogério Ceni, aos 39 minutos do primeiro tempo; Heverton, aos 12 e 41, e Rhodolfo, aos 30 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Domingos, Kempes, Jael (Portuguesa), Carlinhos Paraíba e Juan (São Paulo); Árbitro - Flávio Rodrigues Guerra; Público e Renda - Não disponíveis; Local - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Veja também:

blog Ceni não para e faz mais gols do que atacante

linkSão Paulo recebe nesta segunda a 'Taça das Bolinhas'

linkRivaldo ficará fora de estreia na Copa do Brasil

linkRhodolfo estreia com gol e admite já sentir pressão

linkRogério marca pela 98.ª vez

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.