Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo bate Inter nos pênaltis em jogo interrompido e vai à final da Copinha

Equipe tricolor fez 6 a 5 após empate por 1 a 1 no tempo normal e enfrenta o Flamengo na decisão na quinta-feira

Estadão Conteúdo

23 Janeiro 2018 | 16h22

Depois de ser interrompida na noite última segunda-feira por falta de segurança devido aos raios que caíam próximo a Arena Barueri, a semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior entre São Paulo e Internacional foi retomada na tarde desta terça-feira - debaixo de um forte calor - e terminou empatada no tempo normal por 1 a 1. Nos pênaltis, melhor para o time paulista, que ganhou por 6 a 5.

+ TEMPO REAL: Confira como foi o jogo na Arena Barueri

A decisão, agora, será contra o Flamengo e vai acontecer na quinta-feira, às 10 horas, no Estádio do Pacaembu. Essa é a décima final que o São Paulo disputará na competição, sendo a primeira desde 2010. O time paulista vai em busca do tetracampeonato.

Ainda na última segunda-feira, o São Paulo dominou o primeiro tempo e abriu o placar em menos de um minuto. Luan aproveitou ajeitada de Toró e soltou uma bomba no ângulo de Carlos Miguel. O time paulista ainda poderia ter ampliado, mas o goleiro do Internacional defendeu pênalti cobrado por Liziero. Na etapa final, debaixo de muita chuva, Luiz Felipe foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti para os gaúchos, convertido por Richard.

A partida foi paralisada aos 17 minutos do segundo tempo, devido a uma forte chuva, e voltou nesta tarde debaixo de um intenso calor. Liziero e Igor tentaram para o São Paulo, enquanto Richard, de voleio, e Bruno José, de cabeça, estiveram próximos de marcar para o Internacional. O duelo continuou empatado e a decisão foi para os pênaltis.

Nas penalidades, os times tinham 100% de aproveitamento até a terceira cobrança do Inter, quando Fuchs desperdiçou. O São Paulo teve a chance de avançar na quinta cobrança, mas Carlos Miguel defendeu novamente de Liziero, assim como havia acontecido no tempo normal. Nas alternadas, Córdova desperdiçou a sétima, e Toró garantiu o time paulista na grande final.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.