Paulo Pinto/ São Paulo
Paulo Pinto/ São Paulo

São Paulo busca acertar o alvo em 'decisão' contra a LDU no Morumbi

Time vem desperdiçando várias chances de gol no Paulista e na Libertadores

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

11 de março de 2020 | 04h30

O técnico Fernando Diniz e qualquer torcedor do São Paulo certamente estão satisfeitos com o setor de criação da equipe neste começo de temporada. Por outro lado, um problema na atuação do Campeonato Paulista se repetiu na estreia da Copa Libertadores da América: as inúmeras chances de gol desperdiçadas. No jogo desta quarta-feira à noite, no Morumbi, o São Paulo busca acertar o alvo diante da LDU, do Equador, para evitar se complicar no Grupo D.

Na rodada inaugural da fase de grupos da Libertadores, o São Paulo foi o segundo time que mais finalizou. Foram 18 chutes na partida diante do Binacional, com seis certos e 12 errados, sendo apenas um gol marcado na derrota de virada por 2 a 1 no Peru. Dos 32 times que estão no torneio, só o Inter finalizou mais na primeira rodada: 26 chutes, com dez certos e 16 errados, e três gols marcados na vitória sobre a Universidad Católica, do Chile.

As chances criadas pelo São Paulo em 2020 fazem a equipe liderar o número de finalizações do Campeonato Paulista. Em nove rodadas, foram 164 chutes, sendo 66 certos e 98 errados, com 12 gols marcados. É o terceiro melhor ataque do Estadual, atrás de Palmeiras e Mirassol, que têm 15 gols marcados cada um.

Vindo de duas derrotas, o São Paulo sabe que precisa aproveitar as oportunidades na "grande decisão" contra a LDU para ter tranquilidade nas próximas rodadas da Libertadores. Após a derrota na estreia diante do Binacional, um tropeço no Morumbi deixará a equipe pressionada na competição.

"O São Paulo vive de decisões. Quando você está em um time deste tamanho, é sempre uma decisão. O jogo contra a LDU é uma grande decisão, já que não conquistamos pontos no Peru", admitiu o técnico Fernando Diniz. 

Para conquistar sua primeira vitória nesta edição da Libertadores, o São Paulo terá grande apoio no Morumbi. Até terça-feira, mais de 40 mil ingressos já haviam sido vendidos. Por ordem da Conmebol, as entradas restantes não serão comercializadas no Morumbi nesta quarta-feira, apenas em outros pontos de venda e pela internet no site da Total Acesso.

Em campo, Diniz pode ter força máxima depois de ter poupado os jogadores no último domingo, diante do Botafogo de Ribeirão Preto. O lateral-direito Juanfran está recuperado de dores na panturrilha direita e deve voltar. O meia-atacante Vitor Bueno ainda não deve retornar após realizar tratamento de entorse no tornozelo esquerdo.

Rival embalado

Enquanto o São Paulo vem de duas derrotas, a LDU vive um bom momento. A equipe venceu as últimas três partidas, incluindo a estreia da Libertadores contra o atual vice-campeão, o River Plate, da Argentina, em duelo realizado em Quito. A equipe lidera o Campeonato Equatoriano, com nove pontos em quatro rodadas.

Nos seis jogos oficiais em 2020, a LDU perdeu apenas um e ainda conquistou a Supercopa do Equador nos pênaltis sobre o Delfin. O destaque da equipe tem sido o atacante Cristian Borja, que marcou nove gols nas seis partidas desta temporada. Aos 32 anos, ele balançou a rede em todas as vezes que entrou em campo em 2020.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X LDU

São Paulo: Tiago Volpi; Juanfran (Igor Vinícius), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Igor Gomes; Antony, Pablo e Pato. Técnico: Fernando Diniz.

LDU: Gabbarini, Quinteros, Guerra, Rodríguez e Ayala; Valencia e Villarruel; Mosquera, Sornoza e Caicedo; Cristian Borja. Técnico: Pablo Repetto. 

Juiz: Esteban Ostojich (URU). 

Local: Morumbi. 

Horário: 21h30. 

Na TV: Globo e Fox Sports.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.