Sebastian Granata/Reuters
Sebastian Granata/Reuters

São Paulo cai nos pênaltis e está fora da Copa Sul-Americana

Tricolor vence no tempo normal, mas argentinos foram perfeitos em suas cobranças enquanto o zagueiro Bruno Alves desperdiçou sua chance

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

17 Agosto 2018 | 00h09

O São Paulo visitou o Colón pela Copa Sul-Americana, devolveu o resultado de 1 a 0 com um belo gol de Liziero, mas acabou sendo eliminado nos pênaltis ao perder por 5 a 3. Os argentinos foram perfeitos em suas cobranças enquanto o zagueiro Bruno Alves desperdiçou sua chance.

Apesar de precisar da vitória fora de casa, o técnico Diego Aguirre decidiu preservar alguns titulares. Sidão, Jucilei, Bruno Peres e Everton ficaram no banco enquanto Diego Souza nem viajou para a Argentina. Com o time um pouco modificado, o tricolor não conseguiu mostrar o mesmo futebol que vem apresentando no Campeonato Brasileiro.

O Colón, por sua vez, já entrou em camo com o regulamento debaixo do braço e evitou se expor. Começou com uma linha de cinco defensores, quatro jogadores no meio e apenas Correa na frente, para tentar aproveitar algum contra-ataque. A cada oportunidade, a equipe argentina ganhava tempo e fazia cera.

O São Paulo não conseguia superar o bom bloqueio defensivo dos adversários, mesmo rodando a bola de um lado para outro na frente da área. Por isso, as melhores oportunidades dos brasileiros ocorreram em lances de bola parada. Em uma falta de média distância, Lucas Fernandes mandou por cima. Em outra, mais perto da área, Nenê cobrou com capricho e a bola explodiu no travessão.

Na etapa final, Aguirre mexeu no São Paulo e colocou Everton e Bruno Peres. O time melhorou, mas também deixou mais espaços para o rival. Era o risco que deveria correr se quisesse a classificação. Após duas defesas de Jean, evitando o perigo, Everton respondeu ao tocar por cima do goleiro, mas o zagueiro Godoy salvou em cima da linha.

A partir daí, o São Paulo pressionou e logo chegou ao gol. Em uma cobrança de escanteio de Nenê, a defesa do Colón tirou e Liziero acertou um lindo chute de fora da área, abrindo o placar e obrigando o adversário a mudar sua postura. Para azar do tricolor, Liziero passou a sentir dores e ficou em campo no sacrifício, apenas fazendo número.

Na base da superação, o São Paulo ainda tentou o segundo gol, que evitaria os pênaltis, mas não conseguiu marcar e a decisão foi para as penalidades. Na quarta cobrança do tricolor, Bruno Alves perdeu e deixou o Colón a um gol de avançar. O capitão Ortíz bateu com perfeição e garantiu o time argentino na próxima fase.

FICHA TÉCNICA:

COLÓN 0 (5) x (3) 1 SÃO PAULO

COLÓN: Burlán; Toledo, Olivera, Godoy, Ortíz e Escobar; Heredia (Bastía), Fritzler, Estigarribia e Ruíz; Correa. Técnico: Eduardo Domínguez.

SÃO PAULO: Jean; Araruna (Bruno Peres), Bruno Alves, Anderson Martins e Reinaldo; Hudson, Liziero, Rojas, Nenê e Lucas Fernandes (Everton); Carneiro (Tréllez). Técnico: Diego Aguirre.

Gol: Liziero, aos 26 minutos do 2º tempo.

Juiz: Mario Díaz de Vivar (Paraguai).

Cartões amarelos: Correa, Olivera, Ortíz, Clemente Rodríguez, Araruna e Anderson Martins.

Renda e público: não divulgados.

Local: Estanislao López, em Santa Fe.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.