São Paulo: Carlos Alberto fora do jogo e Fábio Santos suspenso

O primeiro foi multado e está fora do time por estar mal fisicamente; o segundo brigou e foi suspenso por 29 dias

Marcel Rizzo, Jornal da Tarde

05 de abril de 2008 | 18h40

Logo na véspera do decisivo jogo que pode garantir o São Paulo nas semifinais do Paulistão, uma palavra que nos últimos anos passou longe do Morumbi reapareceu: crise. De uma só vez, dois jogadores que seriam titulares contra o Juventus estão fora da partida no Morumbi, neste domingo, os meio-campistas Fábio Santos e Carlos Alberto. Fábio Santos foi suspenso pela diretoria por 29 dias por causa de discussão, na sexta à noite, na concentração. Não foi divulgado se foi com outros jogadores ou com um membro da comissão técnica.Carlos Alberto foi cortado do duelo, oficialmente, porque está com problemas físicos. Este seria o substituto de Jorge Wagner, suspenso. Porém, o Jornal da Tarde apurou que ambos dificilmente seguirão como atletas do time tricolor para o resto do ano.BRIGAFábio Santos não receberá salário este mês e nem poderá nem sequer aparecer nos CTs da Barra Funda e de Cotia (onde treina a base e atletas encostados). O contrato do volante termina em 10 de julho e ele está emprestado pelo Lyon. O acordo deve ser rescindido após o período de suspensão."Houve uma reunião para analisar um incidente (do Fábio Santos). Tivemos bate-boca na concentração e quem deu causa a isso foi o Fábio Santos. Ele está sendo suspenso por 29 dias e não participa das atividades do clube", explicou o assessor da presidência, João Paulo de Jesus Lopes.O incidente ocorreu no CT da Barra Funda, onde o grupo de jogadores fica concentrado. Não houve agressão, mas existem duas versões: que um bate-boca com companheiros ou discussão com um membro da comissão técnica, que teria afirmado que a contratação de Fábio Santos não foi uma boa.FÍSICOO superintendente de futebol são-paulino, Marco Aurélio Cunha, disse que o afastamento de Carlos Alberto não teve a ver com o atraso que o atleta teve na sexta. Ele recebeu uma multa por isso. Foi só uma questão física. A assessoria de Imprensa havia avisado que Carlos Alberto não treinara neste sábado porque precisou resolver problemas particulares. "Queremos deixar claro que a questão Fábio Santos não tem nada a ver com do Carlos Alberto. Este, na visão do Muricy, não estava apto para participar dessa partida. É isso", disse Cunha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.