Rubens Chiri/SPFC
Rubens Chiri/SPFC

São Paulo visita o Athletico-PR disposto a reagir no Brasileirão após série de empates

Time de Ceni joga em Curitiba a fim de quebrar sequência de quatro empates e arrancar no campeonato

Ricardo Magatti, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2022 | 05h00

A abertura do segundo turno do Brasileirão significa ao São Paulo uma oportunidade de reagir no campeonato em que anda cambaleante. O time tricolor visita o Athletico-PR na Arena da Baixada neste domingo, às 16h, disposto a acordar depois de um primeiro turno vacilante, em que não foi capaz de deslanchar.

Prova disso é que o São Paulo vem de quatro empates seguidos e terminou o turno com 26 pontos, soma insuficiente para estar no grupo de clubes que vai à próxima edição da Libertadores

O maior problema da equipe nas 19 primeiras rodadas foi o excesso de empates. Foram 11, número que impediu o time de arrancar e o manteve na parte intermediária da tabela de classificação, longe dos líderes. Diante desse cenário, Rogério Ceni fez o alerta e admitiu a necessidade de reação.

"Temos que acordar para o Campeonato Brasileiro, porque 26 pontos em um turno é muito pouco. Menos de 30 pontos é muito difícil sonhar com vaga na Libertadores", alertou o treinador.

"No Brasileiro não dá para se acomodar. Temos que nos cobrar por resultado no domingo, precisamos somar pontos. Não podemos dormir achando que ganhamos hoje e está tudo bem", acrescentou.

De fato, caso queira voltar à Libertadores por meio de sua colocação no Brasileirão - ainda é possível conquistar a vaga se for campeão da Copa do Brasil ou da Sul-Americana - o São Paulo vai ter de alcançar um aproveitamento de campeão no segundo turno. 

Para alcançar 63 pontos, que é a pontuação média do quarto colocado nas últimas cinco edições do torneio, terá de somar 37 nas 19 rodadas restantes. É um aproveitamento de líder, tanto que o Palmeiras, que lidera a competição, soma 39.

Ceni pode ter mais problemas, já que Luciano deixou o último duelo contra o América-MG com dores. Reinaldo e Luan continuam fora, em recuperação de lesão, bem como Patrick, Caio, Arboleda e André Anderson. O argentino Galoppo, por sua vez, agradou em sua estreia e pode fazer seu primeiro jogo como titular.

Rodízio de Felipão

Dentro do G-6, o Athletico-PR jogará com mudanças. Felipão dará sequência ao rodízio de peças e deve poupar ao menos três atletas importantes, diante do desgaste físico iminente com a maratona de partidas. "Queremos brigar por uma colocação boa, mas o que vou fazer? A cada três dias tem um jogo, e os jogadores não conseguem aguentar", justificou Felipão.

O zagueiro Thiago Heleno e o volante Fernadinho aparecem como nomes a ganhar um descanso. Eles foram titulares diante de Botafogo, pelo Brasileirão, e Flamengo, na Copa do Brasil. O meia-atacante David Terans está suspenso pelo terceiro amarelo e é desfalque certo.

ATHLETICO-PR X SÃO PAULO

ATHLETICO-PR: Bento; Orejuela, Matheus Felipe, Nicolás Hernández e Abner Vinícius; Erick, Hugo Moura e Léo Cittadini; Canobbio, Rômulo e Pedrinho. Técnico: Luiz Felipe Scolari. 

SÃO PAULO: Thiago Couto; Rafinha, Diego Costa e Léo; Igor Vinicius, Talles, Pablo Maia, Galoppo e Welington; Nikão e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Juiz: Marcelo de Lima Henrique (CE).

Horário: 16h.

Local: Arena da Baixada.

TV: Globo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.