José Patrício/AE
José Patrício/AE

São Paulo comemora 'ambiente bom' após a vitória no Paulista

Meio-campo Hernanes reconheceu que time já estava incomodado com as fracas atuações nos primeiros jogos

AE, Agencia Estado

23 de janeiro de 2010 | 22h14

Os tropeços nas duas primeiras rodadas do Paulistão já incomodavam o São Paulo. Mas a vitória deste sábado sobre o Rio Claro, por 3 a 0, no Morumbi, serviu para deixar tudo em paz na vida são-paulina. "Para o ambiente ficar bom, você precisa vencer sempre. O resultado foi bom para a gente", admitiu o volante Hernanes, autor do primeiro gol.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi São Paulo 3x0 Rio Claro 

especialQUIZ - Você sabe tudo sobre o Paulistão?

lista RESULTADOS / tabelaCLASSIFICAÇÃO

som Ouça os gols no Território Eldorado

O terceiro gol foi marcado por Rogério Ceni, que ignorou o pênalti perdido na estreia e cobrou o deste sábado, fechando a vitória são-paulina. O curioso é que, antes do jogo, o técnico Ricardo Gomes chegou a dizer que o meia Marcelinho Paraíba era o novo cobrado oficial do São Paulo, mas foi o goleiro quem bateu.

"Se for possível, eu paro com 99, para você ter ideia do quanto me importo em chegar aos 100. Se chegar, chegou. Se não chegar, tudo bem. Executo minhas cobranças porque treino e me sinto capacitado para fazer", afirmou Rogério Ceni, descartando uma possível obsessão pelo centésimo gol na carreira - ele atingiu a marca de 86 gols.

"Hoje deu para converter o gol e ajudar de outra maneira, porque o time estava um pouco desnorteado no primeiro tempo. No segundo, mantivemos um pouco da posse de bola. O time precisa render mais, é óbvio para os torcedores", disse Rogério Ceni, que, além do gol marcado, fez boas defesas e segurou o ataque do Rio Claro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.