São Paulo confirma contratação de lateral-direito machucado

Douglas, ex-Goiás, só poderá atuar pelo clube paulista daqui dois meses

AE, Agência Estado

11 de fevereiro de 2012 | 13h16

SÃO PAULO - A escassez de laterais-direitos no futebol brasileiro é tão grande que o São Paulo resolveu arriscar. Neste sábado, 11, anunciou a contratação de Douglas, ex-Goiás, jogador que já chega ao Morumbi machucado e que só vai poder fazer a sua estreia daqui a dois meses.

 

Em seu site oficial, o clube justifica a contratação dizendo que está se programando para as fases decisivas do Campeonato Paulista e Copa do Brasil e também para o Campeonato Brasileiro. O jogador, de 21 anos, assinou contrato por três temporadas. Ele tem uma lesão no púbis e a previsão é de que fique à disposição de Leão daqui a seis a oito semanas.

 

"O Douglas é um jogador que agrada muito pelas suas características. Mesmo jovem, vem se destacando no Goiás e há um bom tempo chama a nossa atenção. Não tenho a menor dúvida que vai agregar muito a nossa equipe", afirma o diretor de Futebol, Adalberto Baptista. O jogador chega ao clube sem custos, uma vez que já havia rescindido seu contrato com o Goiás.

 

Formado pelo Goiás, Douglas foi titular do Brasil no vice-campeonato mundial sub-20 em 2009. O jogador, que é lateral-direito de ofício, mas atua também pela esquerda, chegou a ser anunciado como reforço do Internacional no começo do ano, mas o time gaúcho desistiu da contratação depois de avaliar que o garoto precisava passar por uma cirurgia.

 

O departamento médico do São Paulo, porém, avaliou que o procedimento cirúrgico não era necessário. "O departamento médico nos tranquilizou com relação à opção de tratamento convencional da lesão e temos plena convicção que o Douglas estará à disposição na hora certa", completa Adalberto.

 

Com a contratação de Douglas, o São Paulo fecha seu elenco para o início da temporada. A lateral direita era a única posição em que o clube não tinha peça de reposição. Ele chega ao Morumbi elogiado por Emerson Leão, que já trabalhou com o jogador no Goiás.

 

"Nível técnico muito bom, pode ser deslocado para outra lateral que também joga. Sabe bater falta e tem uma dinâmica muito boa. "Não sei quais serão as circunstâncias da contratação, mas posso dizer que é uma necessidade e agora tenho um pouco mais de pressa, porque o titular se machucou", comentou o treinador, na sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão PauloCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.