São Paulo confirma novo patrocinador

A novela, que teve algumas reviravoltas, acabou neste domingo e o patrocinador do São Paulo para os próximos dois anos será a Siemens, uma multinacional alemã, segundo anunciou o presidente Marcelo Portugal Gouvêa. O curioso na história é que a LG, que estava na briga, fez proposta de cerca de R$ 500 mil por ano a mais que o grupo de telecomunicações, que ganhou a concorrência. Os sul-coreanos ofereceram quase R$ 9 milhões anuais contra pouco mais de R$ 8 milhões dos alemães.Os são-paulinos ficaram bastante irritados com a falta de empenho da LG para renovar o vínculo, iniciado no fim de 2001, e, por isso, preferiram deixar de lado um pouco de dinheiro para bater o martelo com a Siemens, que teria sido mais ?correta? na negociação. Há uma semana, o acordo com o grupo de telefonia estava praticamente fechado. A própria diretoria havia divulgado o fato. Percebendo que iria perder a batalha, então, a LG encaminhou nova e tentadora proposta na véspera do Natal, só que o prazo estipulado pela agremiação já havia se expirado. Os dirigentes balançaram, mas se sentiram desrespeitados pelos coreanos.?Estamos fechados com a Siemens. Agora, a LG fica aumentando os valores? Não vamos fazer leilão. Quando a LG percebeu que a gente não estava blefando com a Siemens, resolveu aumentar? Não é assim que fazemos negócio?, disse Marcelo Portugal Gouvêa, em entrevista à Rádio Jovem Pan. ?Se a LG tivesse apresentado a proposta no prazo, teria bem mais chances?, acrescentou Dorival Decousseau, diretor de marketing do clube, sem, no entanto, confirmar os valores. A Siemens já havia fechado com o Cruzeiro e está perto de acordo com o Vasco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.