São Paulo convoca torcida para confronto com Nacional

Diretoria colocou 67.424 ingressos à venda para o segundo jogo das oitavas-de-final da Libertadores

Agência Estado

02 de maio de 2008 | 11h56

Os jogadores do São Paulo esperam ter o apoio da torcida no segundo jogo das oitavas-de-final da Libertadores, nesta quarta-feira, 7, contra o Nacional, do Uruguai. Depois do empate sem gols na primeira partida, em Montevidéu, o elenco são-paulino aposta que o torcedor empurrará a equipe rumo à classificação para as quartas-de-final. "Agora é decisão e o torcedor sabe da importância dele neste jogo. O Morumbi tem que fazer a diferença e para isso precisa estar cheio", disse o volante Hernanes, que ainda não sabe se poderá jogar - ele ainda se recupera de uma lesão no tornozelo. O zagueiro Miranda faz coro com o companheiro. "Vai ser difícil eles tirarem nossa vaga com mais de 50 mil pessoas torcendo por nós. Agora é a nossa vez de fazer pressão", afirmou. O técnico Muricy Ramalho também aposta na pressão de um estádio lotado para ajudar o clube na busca por uma vaga entre as oito melhores equipes do torneio continental. "No Morumbi a gente pode fazer a diferença. Serão mais de 50 mil pessoas empurrando o time pra cima deles. A diretoria do São Paulo colocou 67.424 ingressos à venda para o jogo. As entradas estão disponíveis desde segunda-feira, 28, e podem ser encontradas nos estádios do Pacaembu, Morumbi, Canindé e Bruno José Daniel, em Santo André, e também no Ginásio Ibirapuera, na loja Pitta Sports, no Shopping Moto e Aventura e no Ginásio de Esportes José Correia, em Barueri. O site www.ingressofacil.com.br também tem bilhetes para a partida. 

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.