Rubens Chiri/Saopaulofc.net
Rubens Chiri/Saopaulofc.net

São Paulo estreia na Copa do Brasil contra o Campinense visando premiação para aliviar cofres

Um empate nesta quinta-feira já classifica o clube, que embolsaria R$ 1,27 milhão por avançar da primeira fase

Pedro Ramos, O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2022 | 05h00

O São Paulo inicia sua caminhada em busca do título da Copa do Brasil nesta quinta-feira, às 21h30, no estádio Amigão, em Campina Grande, contra o Campinense, de olho na parte esportiva, mas também no aspecto financeiro. Como o clube começa a competição na primeira fase e integra o Grupo 1, composto pelos 15 primeiros colocados no Ranking Nacional de Clubes da CBF, poderá arrecadar até R$ 79,5 milhões em premiações, se for campeão. 

A saúde financeira do São Paulo está longe das melhores e avançar na competição significaria um alívio nas contas. Um empate nesta quinta-feira já classifica o clube, que embolsaria R$ 1,27 milhão de premiação por avançar da primeira fase.

Invicto nos últimos quatro jogos, o São Paulo terá um novo desafio contra um adversário mais fechado na defesa, o que tem sido um problema para o técnico Rogério Ceni. Nas duas vezes em que enfrentou times que propõem mais o jogo, como os rivais de Série A Red Bull Bragantino e Santos, marcou sete gols no total. Já contra equipes menores e com propostas mais defensivas, enfrentou resistência, apelou para muitos cruzamentos e só balançou a rede três vezes em quatro partidas.

"O Santos é um clube gigantesco, então também tinha a obrigação de sair para o jogo. Não fica se defendendo com dez jogadores na linha da grande área. Quando ficam com todo mundo pelo meio, não resta outra alternativa. Equipes que jogam em linha baixa na defesa, o que te sobra é trabalhar a bola, girar pelos lados. Falta caprichar mais nos cruzamentos e buscar triangulações", avaliou Ceni após a vitória no clássico.

Para o duelo pela Copa do Brasil, Igor Vinícius deve ser desfalque por lesão e a vaga na lateral-direita será ocupada por Rafinha. O jovem Pablo Maia, que teve boa atuação na última partida, pode ser mantido no meio-campo tricolor. Ceni ainda não terá à disposição o volante colombiano Andrés Colorado, anunciado na terça-feira e que já treinou com o elenco. 

Adversário do São Paulo nesta quinta, o Campinense venceu os dois primeiros jogos do Campeonato Paraibano e, na Copa do Nordeste, está apenas na 5ª posição do Grupo A, com uma vitória, dois empates e três derrotas.

FICHA TÉCNICA

CAMPINENSE X SÃO PAULO

CAMPINENSE - Mauro Iguatu, Felipinho, Michel Bennech, Vinicius Santana e Emerson; Rafinha, Juninho e Dione; Iago Silva, Olávio e Alan Francisco. Técnico: Ranielle Ribeiro.

SÃO PAULO - Jandrei; Rafinha, Diego Costa, Arboleda e Reinaldo; Pablo Maia, Nestor, Gabriel Sara, Alisson e Rigoni; Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

ÁRBITRO - Ramon Abatti Abel.

HORÁRIO - 21h30.

LOCAL - Amigão, Campina Grande.

TV -  Premiere, SporTV.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.