São Paulo corre novo risco no TJD

Mais problemas na Justiça Desportiva para o São Paulo, o time mais indisciplinado do Campeonato Brasileiro - com 12 cartões vermelhos e 68 amarelos. Na reunião desta quarta-feira, no Rio de Janeiro, a Comissão Disciplinar do TJD da CBF vai julgar o zagueiro Fabão e o atacante Diego Tardelli. Os dois são reincidentes e, por isso mesmo, há o risco de uma punição rigorosa.Diego Tardelli não atuaria de qualquer maneira contra o Criciúma, quinta-feira, às 20h30, no Morumbi. O atacante recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Atlético-PR, domingo, na Arena da Baixada, e está suspenso automaticamente. Mas Fabão está nos planos de Cuca. O zagueiro participou do treinamento tático no time titular e sua ausência seria mais uma dor de cabeça para o treinador, que também não poderá escalar Luís Fabiano (machucado), Rodrigo (suspenso) e Rondón (dispensado para defender a Venezuela).Apesar dos desfalques importantes, Cuca está pensando em mudar o esquema tático da sua equipe. Nesta terça-feira, ele testou o 4-4-2, com Fabão no lugar de Rodrigo, Vélber no de Alex e Grafite no de Diego Tardelli.A mudança só não é definitiva porque na quarta ainda haverá mais um treinamento. Mas, como o São Paulo precisa dos três pontos para recuperar as duas posições perdidas (da terceira para a quinta colocação) na última rodada, o treinador deve trocar o terceiro zagueiro por um terceiro atacante. Um dos objetivos é diminuir a dependência que a equipe ainda tem de Luís Fabiano."Só espero que a ausência do Luís Fabiano não seja tão sentida como foi contra o Atlético-PR", admite o atacante Grafite, que volta ao time após cumprir suspensão automática no domingo, em Curitiba.Grafite, um dos que foram condenados pelo tribunal informal do São Paulo a pagar multa de 10% do seu salario pela expulsão (contra o Figueirense), prometeu voltar bonzinho. "Doeu no bolso mas estou mais tranqüilo. Esqueci um pouco a arbitragem", resumiu. O jogador, no entanto, não quis dizer se o critério do tribunal interno deve ser o mesmo para Diego Tardelli (já foi punido uma vez) e Rodrigo, cujas expulsões serão avaliadas na concentração. "Vamos ver mais tarde.?Cuca não conversou com os jornalistas nesta terça-feira. Mas, na véspera, disse que vai exigir de seus jogadores que esqueçam a arbitragem. O mau desempenho como visitante é outra preocupação. No trajeto do aeroporto ao CCT, na segunda, o volante César Sampaio chegou a sugerir um novo estudo nas metas da equipe no segundo turno do Campeonato Brasileiro."Vamos colocar uma meta. O César Sampaio disse que nós precisamos nos sentar para traçar novos objetivos e ver quantos pontos o time vai precisar para ser campeão. Acho que esse é o caminho", revelou Cicinho. O lateral, no entanto, não sabe explicar porque o time tem sido tão irregular nos jogos fora de casa. "Esse é outro ponto que vamos discutir."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.