São Paulo cria setor vip no Estádio do Morumbi

Acordo prevê que aproximadamente 20 mil lugares reestruturados para entrarem nas especificações da Fifa

AE, Agencia Estado

17 de novembro de 2008 | 15h41

O São Paulo oficializou nesta segunda-feira uma parceria com a Visa para realizar as adequações do estádio às normas da Fifa para a Copa do Mundo de 2014. O projeto das reformas do Estádio do Morumbi foi assinado e apresentado pelo arquiteto Ruy Ohtake.Veja também: Muricy Ramalho tenta conter euforia e vê campeonato aberto Simule os resultados das rodadas finais Resultados e classificação da Série A Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Ouça os gols da vitória do São Paulo  Bate-Pronto: Grêmio com a tabela mais fácilO acordo prevê que aproximadamente 20 mil lugares, distribuídos entre os setores da arquibancada vermelha, Morumbi Premium e o andar térreo serão reestruturados para entrarem nas especificações da entidade máxima do futebol. As divisões serão modernizadas com novos assentos exclusivos, desenhados por Ruy Ohtake, nas cores do clube.O setor térreo também ganhará uma cobertura especial, de policarbonato. Os banheiros serão reformados, assim como o piso e o teto, que ganharão texturas e as cores do São Paulo. Além das melhorias na estrutura do estádio, o torcedor que optar por acompanhar às partidas no setor também ganhará com uma nova forma de venda dessas entradas. Aqueles que desejarem ocupar os espaços do novo local não terão mais que portar bilhetes de papel, pois o sistema será totalmente eletrônico, o Visa Passfirst.Nesse sistema, o torcedor deverá se cadastrar no site www.futebolcard.com, no qual poderá escolher entre as partidas que deseja assistir. Ao selecionar o jogo, escolherá o setor e o lugar, e por fim, utilizará o seu cartão de crédito para o pagamento. No dia do jogo, o torcedor deverá levar o mesmo cartão da compra, passá-lo pela catraca especial e entrar para acompanhar o evento. Cada cartão poderá ser o responsável pela compra de cinco entradas. O sistema já é utilizado em outros dois estádios paulistas: o Palestra Itália, do Palmeiras, e a Vila Belmiro, do Santos. A previsão é de que os torcedores passem a usufruir de alguns benefícios já no Campeonato Paulista, com a venda como Passfirst para a arquibancada vermelha. Já no início do próximo Brasileirão, estão previstas as alterações no setor térreo, e as novas cadeiras devem ser colocadas no final do ano. Os outros projetos têm data limite de entrega prevista até o final de 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.