Renato Padilha/Futura Press
Renato Padilha/Futura Press

São Paulo decepciona, perde mais uma e vê Chapecoense se aproximar do G6

Tricolor permaneceu na 13ª colocação; Chape foi para a oitava posição com 52 pontos, a três do Botafogo (6º)

Paulo Favero, Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2016 | 21h33

Com uma campanha decepcionante no Campeonato Brasileiro, o São Paulo perdeu mais uma partida, desta vez para a Chapecoense, fora de casa, por 2 a 0, justamente em um momento que a diretoria avalia o grupo para a próxima temporada. E os dirigentes terão trabalho para mudar a imagem de alguns atletas para a torcida.

Quem tem sido muito questionado é o goleiro Denis, que viveu um ano irregular e não conseguiu segurar o chute de Dener Assunção ainda no primeiro tempo, que abriu caminho para a vitória da equipe catarinense. O substituto de Rogério Ceni tem recebido muitas críticas por parte da torcida, que pedem a contratação de um novo goleiro. Só que a diretoria já adiantou que não pensa em reforçar o time nesta posição.

Com o resultado, o São Paulo estacionou nos 46 pontos e ocupa a 13ª posição, enquanto a Chapecoense foi aos 52 pontos, assumiu a oitava colocação e ficou a três do G6 (a zona de classificação para a Libertadores), hoje fechado pelo Botafogo.

O JOGO

O roteiro deste duelo foi muito parecido com o de partidas anteriores. O São Paulo teve posse de bola, finalizou mais a gol, só que no primeiro chute do adversário a bola entrou. Os jogadores de defesa já vinham reclamando que o ataque perdia os gols e depois as coisas estouravam na zaga.

Depois de sofrer o gol, o São Paulo ficou um pouco atordoado, tentou ir para cima novamente, mas nos acréscimos, ainda no primeiro tempo, levou o segundo em um bom chute de Tiaguinho na entrada da área. "Nosso time começou bem, estava organizado, tivemos chances, mas não fizemos. Depois nos desorganizamos um pouco e em duas jogadas eles fizeram dois gols", lamentou Rodrigo Caio.

A Chapecoense ainda se deu ao luxo de poupar alguns jogadores, visando ao confronto no meio de semana pela Copa Sul-Americano, contra o San Lorenzo, da Argentina, pela semifinal da competição. O São Paulo, mesmo insistindo, errou a mira e saiu mais uma vez derrotado.

Na penúltima rodada, no próximo domingo, o São Paulo irá cumprir tabela contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. No mesmo dia, a Chapecoense irá pegar o Palmeiras, no Allianz Parque, no jogo no qual o time paulista terá a chance de garantir o título nacional por antecipação.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 2 x 0 SÃO PAULO

CHAPECOENSE - Danilo; Caramelo, Neto, William Thiego e Dener Assunção; Josimar, Matheus Biteco (Arthur Maia) e Cleber Santana (Gil); Tiaguinho (Ananias), Bruno Rangel e Lucas Gomes. Técnico: Caio Júnior.

SÃO PAULO - Denis; Buffarini, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt, Thiago Mendes e Cueva; David Neres (Daniel), Pedro (Gilberto) e Robson (Jean Carlos). Técnico: Ricardo Gomes.

GOLS - Dener Assunção, aos 38, e Tiaguinho, aos 46 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Jean Pierre Goncalves Lima (RS).

CARTÕES AMARELOS - Neto e João Schmidt.

PÚBLICO - 8163 pagantes.

RENDA - 122.910,00.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.