São Paulo decide reintegrar Fábio Santos

Volante envia carta para o presidente Juvenal Juvêncio pedindo desculpas pelo incidente ocorrido

Agência Estado

14 de abril de 2008 | 15h26

A diretoria do São Paulo anunciou, nesta segunda-feira, a reintegração do volante Fábio Santos, "diante de reiterados pedidos de desculpas, feitos por telefone, e da certeza de seu sincero arrependimento pelos atos cometidos", afirmou o vice-presidente de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, em deliberação divulgada no site oficial do clube. O volante havia sido suspenso em 5 de abril, por 29 dias, após se envolver em briga com Carlos Alberto na antevéspera de jogo com o Noroeste e abandonar a concentração. Sem poder contar com Zé Luís e Richarlyson para a segunda partida das semifinais do Campeonato Paulista, o técnico Muricy Ramalho deverá escalar Fábio Santos no jogo decisivo.O meio-campista havia encaminhado, hoje, carta ao presidente do clube, Juvenal Juvêncio, pedido de desculpas pelo ato de indisciplina. "Tomo a liberdade de, humildemente, reconhecendo meus erros, pedir mais uma chance, apenas uma mais, de voltar ao grupo, ajudar o São Paulo a alcançar seus objetivos e mostrar que sua aposta não estava errada".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.