Miguel Schincariol/São Paulofc.net
Miguel Schincariol/São Paulofc.net

São Paulo derrota o Fortaleza de virada e se aproxima da liderança do Brasileirão

Equipe tricolor reverteu o placar em quatro dos últimos cinco jogos; Luciano saiu do banco de reservas para garantir a vitória

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

14 de novembro de 2020 | 21h05
Atualizado 14 de novembro de 2020 | 21h24

O São Paulo mais uma vez levou um susto, mas venceu de virada. Como aconteceu em quatro dos últimos cinco jogos, a equipe tricolor reverteu o placar e derrotou o Fortaleza por 3 a 2, em mais um grande duelo contra o time cearense. O destaque do jogo foi o atacante Luciano, que entrou no segundo tempo, fez dois gols e garantiu o resultado. 

Com a vitória, o time de Fernando Diniz chega ao 11º jogo sem perder no Brasileirão e se aproxima ainda mais da parte de cima da tabela. O São Paulo venceu de virada quatro dos últimos cinco jogos - a exceção foi a vitória sobre o Flamengo, na quarta-feira passada. Com esquema ofensivo, São Paulo e Fortaleza têm protagonizado jogos com muitos gols. Nas últimas três partidas, foram 15 gols, além de 19 penalidades convertidas, na Copa do Brasil. Antes do duelo deste sábado, as equipes se enfrentaram nas oitavas de final da Copa do Brasil e os jogos foram 3 a 3 e 2 a 2. Nos pênaltis, o time paulista avançou por 10 a 9. 

Neste sábado, no Castelão, o primeiro tempo foi exatamente da forma com que tem acontecido nos últimos jogos do São Paulo. O time entra lento e desatento. David, logo aos 11 minutos de jogo, abriu o placar. A arbitragem levou pouco mais de três minutos para confirmar o gol. A partir daí, o time paulista  foi para cima.

O São Paulo passou a ter mais a bola no pé e se aventurou ao ataque e o Fortaleza estava bem fechado. Era preciso alguém tentar uma jogada individual para criar uma chance e foi o que Rodrigo Nestor, uma das novidades do time, fez. O garoto partiu em velocidade e foi parado com uma falta frontal à área. 

Daniel Alves e Gabriel Sara se preparam para bater, o meia mais jovem acabou surpreendendo o goleiro Felipe Alves e bateu com estilo para deixar tudo igual, aos 40 minutos. O mais interessante no lance foi a forma com que Dani e Sara decidiram quem iria bater: eles tiraram no par ou ímpar.

Na etapa final, o jogo seguiu aberto. O Fortaleza marcou com David, mas o árbitro anulou a jogada. Em seguida, aos 15, Luciano, que havia acabado de entrar, fez o gol da virada tricolor. O Fortaleza não se intimidou e foi para cima até que, aos 28, Paulão cabeceou, Volpi fez grande defesa, mas no rebote, Wellington Paulista deixou tudo igual. 

E no momento em que o Fortaleza estava melhor em campo, o São Paulo marcou de novo e garantiu o resultado positivo. Aos 35, Luciano, de novo, acertou uma bomba, garantiu a vitória tricolor e o time com a confiança ainda maior para seguir na temporada.

FICHA TÉCNICA

Fortaleza: Felipe Alves; Tinga (Gabriel Dias), Paulão, Jackson e Carlinhos; Juninho, Felipe (Vázquez), Ronald (Marlon) e Romarinho; David (Ederson) e Bergson (Wellington Paulista). Técnico: Marcelo Chamusca 

São Paulo: Tiago Volpi; Igor Vinicius, Bruno Alves, Diego Costa (Reinaldo) e Léo; Rodrigo Nestor (Hernanes), Daniel Alves, Gabriel Sara, Vitor Bueno (Igor Gomes), Pablo (Luciano) e Brenner. Técnico: Fernando Diniz

Juiz: Marcelo de Lima Henrique

Cartões amarelos: Felipe,  Hernanes,  Rodrigo Nestor,  Jackson,  Léo e Daniel Alves

Local: Castelão, em Fortaleza 

Gols: David, aos 11 minutos; e Gabriel Sara, aos 40 do 1º Tempo; Luciano, aos 15 e aos 35 minutos; e W. Paulista, aos 28 do 2º Tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.