Rubens Chiri/Divulgação
Rubens Chiri/Divulgação

São Paulo descarta ceder Ganso para pagar dívida com o Orlando

Clubes ainda negociam e saída do jogador não está descartada

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

21 de julho de 2015 | 15h10

O São Paulo garante que não vai aceitar trocar o meia Ganso para quitar uma dívida com o Orlando City. O clube do Morumbi admite ter pendências a acertar com a equipe americana, mas questiona o valor cobrado pelo time de Kaká, que propõe a liberação do atual camisa 10 do tricolor paulista para resolver o impasse.

Nos últimos dias o Orlando City começou a sondar a contratação do jogador e apesar da falta de acordo, a chance de desfecho positivo não está descartada. Por enquanto o São Paulo apenas questiona o valor da dívida, cobrada pelo Orlando City em R$ 13 milhões, enquanto o clube do Morumbi considera a quantia inadequada e fala que deve no máximo R$ 10 milhões.

A pendência entre os dois clubes dura desde o ano passado, quando o São Paulo fechou o empréstimo do meia Kaká por um semestre e em contrapartida, deveria acertar com os americanos alguns pagamentos. O acordo previa que o time do Morumbi arcasse com os salários, dividisse com os americanos os lucros de bilheteria de algumas partidas e marcasse um amistoso.

O São Paulo explica ter se atrasado na prestação dessas contas e conta ter recebido do Orlando City a proposta para ceder Ganso em troca do fim desse débito. O clube paulista recusou. Semanas atrás a diretoria também foi procurada pelo Flamengo para negociar o jogador. O time carioca ofereceu R$ 10 milhões e recuou diante da contraproposta de R$ 25 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBrasileirãoGanso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.