São Paulo descarta rachão, e treina finalizações

São Paulo descarta rachão, e treina finalizações

Ao contrário do que normalmente acontece na véspera de um jogo importante, o São Paulo não realizou um rachão neste sábado e concentrou suas atenções nas finalizações. O time encara o Santos no domingo, na primeira partida da semifinal do Paulistão.

AE, Agência Estado

10 de abril de 2010 | 14h52

O treino foi tão sério que a imprensa não teve acesso aos primeiros 40 minutos da atividade. Na parte aberta ao público, Washington, Dagoberto, Marcelinho Paraíba, Henrique e André Luis trabalharam finalizações em escanteios e cruzamentos, principalmente pela esquerda, através de Júnior César.

Do outro lado do campo, o mesmo Dagoberto, juntamente com Jorge Wagner, treinou cobranças de falta nas proximidades da área e pênaltis, este último item com bom aproveitamento do camisa 7. Rogério Ceni, um dos cobradores de penalidades, limitou-se apenas a participar dos treinos de cruzamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.