São Paulo deve dispensar 5 jogadores

Fim de ano, época de renovar os times para 2002. É o que deve começar a ocorrer no São Paulo esta semana. Pelo menos cinco jogadores estão com as malas prontas: Emerson, Luís Fabiano, Alencar, Carlos Miguel e Adriano. França ainda é uma incógnita. "Já sabemos quem vai ficar e os que vão embora. Só não anunciamos ainda para não atrapalhar nas negociações. Isso encareceria os possíveis reforços", revelou o presidente Paulo Amaral. Emerson e Luís Fabiano serão devolvidos à Portuguesa e Rennes, respectivamente. "Os novos dirigentes (assumem dia 2 de janeiro) vão tentar negociar o Emerson com a Europa para fazer caixa. E até já estão devolvendo o Fabiano ao São Paulo", informou o ainda presidente da Portuguesa, Amílcar Casado. Luís Fabiano ainda mantém esperanças de permanecer no time do Morumbi. O Rennes aceitou renovar o empréstimo por mais seis meses, mas cobra US$ 500 mil. O São Paulo pagou US$ 250 mil para contar com o atleta por um ano. "Está muito difícil", conformou-se Amaral. Adriano está com problemas para renovar contrato. Carlos Miguel e Alencar serão dispensados. "A diferença entre o que o Adriano pretende ganhar e a nossa proposta é muito grande. Quanto ao Miguel e o Alencar, vão ganhar passes livres e não ficarão", confirmou o dirigente. Embora uma fonte revele que França esteja vendido para o futebol europeu, faltando apenas assinar contrato, Paulo Amaral continua negando e sonhando com sua permanência. "O caso está estacionado." Para reforçar o elenco, Rafael e Lúcio Flávio estão contratados, enquanto Fabiano e Souza, voltam ao time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.