Reprodução
Reprodução

São Paulo deve jogar pré-Libertadores no estádio do Pacaembu

Reforma no gramado Morumbi impede partida em casa

O Estado de S.Paulo

27 de dezembro de 2015 | 16h18

O São Paulo não terá um de seus pontos fortes na disputa por uma vaga para a fase de grupos da Copa Libertadores. O gramado do estádio do Morumbi está sendo modificado, por isso, a equipe terá de atuar longe de seus domínios diante do César Vallejo, do Peru, no dia 10 de fevereiro. A tendência é que a partida seja disputada no Pacaembu. “Infelizmente, não vai dar tempo. Teremos de mandar a partida no Pacaembu”, disse o vice-presidente do São Paulo, Roberto Natel, em entrevista ao Diário. "Essa reforma do gramado já estava prevista há bastante tempo."

Caso se classifique para a fase de grupos, o São Paulo ainda poderá ter de jogar mais uma partida fora do Morumbi. "A previsão de entrega do campo é para o fim de fevereiro. Mas já temos dois shows agendados para esse período, então, deveremos contar com o Morumbi à disposição para o futebol a partir de março", disse Natel, lembrando o show dos Rolling Stones, que acontecerá nos dias 24 e 27 de fevereiro.

O dirigente ainda explica que sabe do risco de não deixar a equipe atuar em casa, mas financeiramente, será um bom negócio. "É claro que não é o cenário ideal estrear um gramado novinho com dois shows, mas trata-se de uma receita importante, então, acabamos aceitando." Além de melhorar a qualidade, o Morumbi também vai mudar o tamanho do gramado do Morumbi. A entidade determina que o campo tenha 105 metros de comprimento por 68 metros de largura. O Morumbi tem três metros a mais de comprimento e quatro a mais de largura.

Tudo o que sabemos sobre:
São Paulo FCFutebolCopa Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.