Rubens Chiri / São Paulo
Rubens Chiri / São Paulo

São Paulo deve perder Hernanes, mas espera volta de Nenê na quarta-feira

Tricolor encerra participação na primeira fase do Paulistão contra o São Caetano

Redação, Estadão Conteúdo

18 de março de 2019 | 06h54

O São Paulo deverá ter uma baixa de peso para o duelo de quarta-feira com o São Caetano, no Anacleto Campanella, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Ainda em busca da vaga nas quartas de final, o time dificilmente o fará com Hernanes em campo.

O meio-campista foi substituído durante o segundo tempo da derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, sábado, no Pacaembu, por causa de dores na coxa esquerda. E o técnico Vagner Mancini exibiu pessimismo ao comentar sobre a condição física do jogador.

"A gente ainda não sabe. Seria um pouquinho equivocado falar algo sobre isso, mas, aparentemente, é alguma coisa muscular. Não sei se uma lesão, estiramento ou dor forte no local. Mas acho difícil que o Hernanes esteja em campo na quarta-feira. Diante do que vi dele saindo de campo, acho difícil que esteja à disposição", disse o treinador.

Em compensação, Mancini acredita que o meia-atacante Nenê, que ficou fora do time por causa de uma pancada no joelho esquerdo contra Palmeiras e Ferroviária, estará à disposição para encarar o São Caetano. "Espero que sim. É um atleta que acaba sendo o diferencial. Ele tem capacidade de mudar a partida quando entra no jogo. Espero que esteja à disposição", afirmou.

Um retorno certo para o São Paulo é o do zagueiro Bruno Alves, que cumpriu suspensão automática no confronto com o Palmeiras. E o time não perdeu nenhum jogador por acúmulo de cartões no clássico.

Com o fim da penúltima rodada do Paulistão, o São Paulo é o segundo colocado do Grupo D, com 14 pontos e dois a mais do que o Oeste - o Ituano, com 17, já está nas quartas de final. Na quarta-feira, o clube de Barueri vai enfrentar o Mirassol, em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.