São Paulo é campeão da Libertadores

O São Paulo é o campeão da Copa Libertadores da América. Com a vitória por 4 a 0 sobre o Atlético-PR nesta quinta-feira à noite, no Morumbi, o time são-paulino conquistou o seu terceiro título na história da competição, repetindo os feitos de 1992 e 93. E garantiu vaga no Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão.Como tinha empatado por 1 a 1 no primeiro jogo da final, disputado semana passada em Porto Alegre, porque o estádio do Atlético - Arena da Baixada - não tinha a capacidade exigida, o São Paulo precisava de uma vitória simples em casa. E, com o apoio de mais 70 mil torcedores que lotaram o Morumbi, chegou ao resultado sem sofrimento.O primeiro gol do São Paulo saiu logo aos 16 minutos, com o atacante Amoroso. O Atlético ainda teve uma excelente chance de empatar, mas o meia Fabrício mandou a bola na trave na cobrança de pênalti aos 47. Depois, no começo da segunda etapa, o zagueiro Fabão ampliou a vantagem são-paulina aos 7.Já no desespero, o técnico Antônio Lopes colocou o Atlético todo no ataque. Mas o São Paulo de Paulo Autuori soube suportar a pressão e ainda marcou mais. Aos 25 minutos, o atacante Luizão aproveitou bela jogada de Amoroso e fez 3 a 0. E aos 43, o também atacante Diego Tardelli fechou a goleada.Depois disso, foi só esperar o apito final do árbitro argentino Horacio Elizondo. Mas, independente da bola continuar rolando dentro de campo, a torcida já festejava o título nas arquibancadas do Morumbi: ?Tricampeão!?Foi a consagração de Rogério Ceni, goleiro, capitão e grande símbolo do São Paulo nos últimos anos. Foi também a conquista do segundo título da Libertadores para o técnico Paulo Autuori (venceu também com o Cruzeiro/97), para o lateral Júnior (Palmeiras/99) e para o atacante Luizão (Vasco/98). E foi a coroação de uma campanha perfeita, com 9 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota.Mas foi, acima de tudo, a glória para a torcida são-paulina. Afinal, o São Paulo entrou para a história nesta quinta-feira à noite como o primeiro clube brasileiro a ser tricampeão da Copa Libertadores da América.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.