Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

São Paulo e Corinthians fazem clássico no Morumbi para evitar crise

Equipes se enfrentam neste sábado, às 19h, pela sexta rodada do Campeonato Paulista

Guilherme Amaro e João Prata, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2020 | 04h30

Corinthians e São Paulo se enfrentam neste sábado, às 19h, no estádio do Morumbi para evitar a crise. O lado Alvinegro vive situação mais preocupante pois vem de eliminação na Libertadores, com direito a falhas de dois dos principais jogadores do elenco: Cássio e Pedrinho. O Tricolor ainda não conseguiu fazer o setor ofensivo funcionar, está fora da zona de classificação no Estadual e um tropeço pode colocar mais pressão no trabalho de Fernando Diniz.

O técnico Tiago Nunes ainda vive situação tranquila no cargo. Com pouco mais de um mês de trabalho no Corinthians, foi apoiado pela diretoria após cair diante do Guaraní na segunda fase do torneio continental. Se o time for muito mal no clássico, sua situação pode começar a se complicar. Para piorar sua situação, Cássio e Pedrinho vem de atuações ruins. O goleiro falhou no gol do Guaraní e o novo camisa 10 da equipe cometeu duas faltas infantis e foi expulso ainda no primeiro tempo. 

Cássio se defendeu das críticas que recebeu de torcedores. “Tem que ter maturidade. Quando faço as defesas, não acho que sou o responsável pelo time ser campeão. Crítica é normal, vem pelo nível de atuações que eu tive. Acham que vou defender toda bola. Fico feliz pela confiança, respeito todo mundo, tenho minha autocrítica, mas isso é do passado. Quando sou elogiado, não me empolgo, e quando há crítica não acho que sou o pior.”

Pedrinho deixou o estádio em Itaquera chorando e não falou mais com os jornalistas desde a expulsão na quarta-feira. O jogador foi inscrito só ontem no Campeonato Paulista, pois até o último domingo estava com a seleção brasileira sub-23 no Pré-Olímpico da Colômbia. 

“O Pedrinho não pode mais ser tratado como menino, já está há três anos no profissional, tem mais de 100 jogos, tudo o que acontece tem de ser usado como exemplo para não acontecer mais. Ele é novo, mas está desde 2017 aqui, é menino bom, cabeça boa, muitos elogios a ele, conheço a família que dá suporte, e ele sabe que pode contar com a gente”, disse Cássio.

No São Paulo, Fernando Diniz busca fazer o ataque ter mais efetividade. Ele poderá contar com Igor Gomes e Antony, que também estavam com a seleção sub-23. 

“Volto muito feliz, estava com saudade do São Paulo já, ainda mais voltar em um jogo tão importante, nesse clássico contra o Corinthians, então estou muito feliz pela volta e não vejo a hora de entrar em campo e poder ajudar o São Paulo”, afirmou Antony, que pode ser titular na vaga de Alexandre Pato.

No meio de campo, Igor Gomes tem poucas chances de assumir a posição de Hernanes, como vinha acontecendo em 2019. Isso porque Fernando Diniz elogiou diversas vezes o setor de criação da equipe neste início de temporada. Como de costume, o treinador fechou os últimos treinos.

“Muito bom estar em casa de novo, por poder voltar para o nosso grupo que é muito bom. O clima, o pessoal e o treinador são muito bons, o clima me alegra bastante, realmente me sinto em casa”, disse Igor Gomes.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO X CORINTHIANS

São Paulo: Tiago Volpi, Juanfran, Arboleda, Bruno Alves e Reinaldo; Tchê Tchê, Daniel Alves e Hernanes (Igor Gomes); Vítor Bueno, Alexandre Pato (Antony) e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

Corinthians: Cássio; Fagner, Gil, Pedro Henrique e Lucas Piton; Camacho, Cantillo e Luan; Pedrinho, Boselli e Vagner Love. Técnico: Tiago Nunes. 

Juiz: Douglas Marques das Flores. 

Local: Morumbi. 

Horário: 19h. 

Na TV: Pay-per-view.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.