São Paulo e Corinthians miram objetivos bem diferentes

Enquanto os valorizados são-paulinos já conhecem o sucesso, os corintianos ainda sonham com dias de glórias

Giuliano Villa Nova e Martín Fernandez, O Estado de S. Paulo

26 de janeiro de 2008 | 13h21

O clássico entre São Paulo e Corinthians, às 16 horas deste domingo (com acompanhamento online do estadao.com.br), no Morumbi, não vai decidir quem será o campeão paulista deste ano, nem deve influenciar na classificação final do torneio. Mas coloca frente a frente dois rivais que podem fazer o único duelo do ano - caso um deles não avance à semifinal da competição - e que vivem situações opostas: enquanto os valorizados são-paulinos já conhecem o sucesso de perto, os corintianos ainda sonham com dias de glórias e tentam se recuperar do trauma do rebaixamento para a Série B do Brasileiro.Veja também: São Paulo confia no talento de Adriano no clássico  Acosta entrega que Coelho deve entrar no lugar de FinazziSe os são-paulinos contam com jogadores consagrados e que já defenderam a seleção brasileira em uma Copa do Mundo, como o goleiro Rogério Ceni e o centroavante Adriano, os corintianos apostam no camisa 1 Felipe e no atacante Finazzi, remanescentes da vexatória campanha de 2007. "O Rogério Ceni é um exemplo para todos os jogadores do São Paulo. Quem chega ao clube e o vê trabalhando duro, todos os dias, e sendo o último a sair dos treinos, não pode fazer diferente", observa o técnico Muricy Ramalho.O goleiro corintiano Felipe, único destaque do time rebaixado em 2007, tem a mesma opinião. "O Rogério é um modelo para nós, que estamos começando", declarou o camisa 1 do rival. "Tomara que um dia eu consiga conquistar pelo Corinthians os títulos que ele ganhou para o São Paulo."No ataque, a briga entre Adriano e Finazzi é igual apenas no número de gols - ambos já fizeram dois. Mas enquanto o consagrado são-paulino sabe que seu futuro está na Europa, depois do empréstimo, em julho, Finazzi tem pela frente uma luta inglória: ajudar a recobrar a auto-estima dos corintianos, especialmente na difícil Série B do Nacional.EUROPEUSDo lado do Morumbi, há ainda os que já tiveram a chance de atuar no futebol europeu, como Jorge Wagner (ex-Betis, da Espanha) e Fábio Santos (que ainda pertence ao Lyon, da França). Já no Parque São Jorge, o atacante Acosta luta para confirmar a boa fase mostrada no Náutico e Perdigão procura recuperar o prestígio alcançado no Internacional, pelo qual foi campeão mundial em 2006.SÃO PAULORogério Ceni; Joilson, André Dias, Miranda e Richarlyson; Fábio Santos, Hernanes, Jorge Wagner e Souza; Dagoberto (Borges) e Adriano.Técnico: Muricy Ramalho.CORINTHINASFelipe; Coelho (Finazzi), Chicão, William e André Santos; Bruno Octávio, Perdigão, Everton Ribeiro e Alessandro; Dentinho e Acosta.Técnico: Mano Menezes.Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho.Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP).Horário: 16 horasRádio: Eldorado/ESPN - AM 700TV: Globo e BandAndré Dias, Miranda, Hernanes e Souza entraram para a história ao fazer parte do elenco bicampeão brasileiro em 2006 e 2007 pelo São Paulo. Alessandro, William, Chicão e André Santos ainda tentam ser definitivamente reconhecidos por seu trabalho.Ainda assim, a maioria aposta na ausência de favorito. Está na memória das torcidas o triunfo do virtual rebaixado Corinthians sobre o quase bicampeão São Paulo no último Brasileiro. "Precisamos ter atenção redobrada. O Corinthians está motivado, já que passou por uma grande reformulação, contratou vários jogadores e um novo treinador", alerta o meia Jorge Wagner.No São Paulo, a atração pode ser o meia Carlos Alberto, que deve ficar pela primeira vez no banco de reservas. Aloísio, recuperando-se de lesão, é dúvida. No Corinthians, Mano Menezes escondeu o jogo. Sexta-feira, fechou os portões do treino em que definiu o time para o clássico. Deve repetir o time que bateu o Paulista, com Everton Ribeiro e Dentinho. Caso opte por formação mais defensiva, Bóvio estréia, na vaga de Everton Ribeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.