São Paulo e Flamengo homenageiam Leônidas

A morte de Leônidas ofuscou o jantar de gala em comemoração ao aniversário do São Paulo (68 anos de existência para alguns e 73 para outros), programada para a noite deste sábado, no Morumbi. O presidente Marcelo Portugal Gouvêa pensou em cancelar o evento, mas isso não foi possível pela falta de tempo. Havia centenas de convidados e muitos deles viajaram de outras cidades para a capital paulista para comparecer ao clube.A festa que estava prevista para ocorrer até o fim da madrugada, porém, acabaria bem antes do programado, segundo dirigentes são-paulinos, que observariam um minuto de silêncio antes do jantar. O corpo do maior ídolo da história do São Paulo chegará ao salão nobre do Morumbi às 3 horas da madrugada deste domingo, onde seria velado. O enterro está marcado para as 14 horas, no Cemitério da Paz.Desde hoje, a bandeira são-paulina está hasteada a meio-pau no Morumbi. Neste domingo, o time do São Paulo entrará de luto tanto na final da Copa São Paulo de Juniores, contra o Corinthians, às 10h30, no Pacaembu, quanto na partida diante da Portuguesa, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, às 17 horas, no Canindé. Em ambos os jogos será observado um minuto de silêncio. Na próxima semana, a diretoria pedirá missa solene de sétimo dia.No Rio - Leônidas também foi grande ídolo do Flamengo, que divulgou neste sábado nota oficial em seu site lamentando o ocorrido. O clube carioca mandou colocar a meio pau a bandeira na sede da Gávea. A equipe vai estrear no Campeonato Estadual, na tarde deste domingo, contra o Cabofriense, de luto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.