Andre Lessa/AE
Andre Lessa/AE

São Paulo e Palmeiras estão com dúvidas na escalação

Volante Richarlyson e meia Cleiton Xavier sentem contusões e podem desfalcar equipes neste domingo

Agência Estado

29 de agosto de 2009 | 19h55

No último dia de preparação para o clássico deste domingo, no Morumbi, São Paulo e Palmeiras ficaram com dúvidas na escalação. Do lado palmeirense, a expectativa é pela recuperação do meia Cleiton Xavier. E do lado são-paulino, o volante Richarlyson sofreu uma contusão no treino deste sábado e pode ser desfalque.

Veja também:

link Cleiton Xavier assiste treino e segue em dúvida no Palmeiras

link Richarlyson sente dores e vira dúvida no São Paulo

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Richarlyson sofreu entorse no tornozelo esquerdo em lance com o goleiro reserva Fabiano, neste sábado, durante o rachão realizado no CT da Barra Funda. "Vamos fazer tratamento intensivo até amanhã (domingo) na hora do almoço. Ele reclamou de dores em alguns movimentos e claro que preocupa. Mas só antes do jogo saberemos", disse o médico do São Paulo, José Sanchez.

Vivendo boa fase, Richarlyson é peça importante no esquema tático do técnico Ricardo Gomes. Por isso mesmo, deve fazer um sacrifício para o jogar o clássico deste domingo. Mas, caso ele não tenha condições, as opções para substituí-lo são os também volantes Zé Luís e Arouca.

Cleiton Xavier, por sua vez, não treinou neste sábado, assim como já tinha acontecido durante toda a semana - sofreu entorse no tornozelo direito na última partida do Palmeiras, sábado passado, contra o Internacional. Por isso, sua escalação no clássico deste domingo ficou ainda mais difícil. Mas ele continua fazendo tratamento de fisioterapia para tentar entrar em campo.

"Não é uma contusão que pode comprometer sua carreira, mas ele precisa fazer determinados movimentos e ainda não fez", explicou o médico do Palmeiras, Rubens Sampaio. Se Cleiton Xavier tiver a mínima condição de jogar, o técnico Muricy Ramalho pode colocá-lo no time. "Em clássicos como esse, vale tudo para poder atuar", lembrou o lateral Wendel.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.