Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

São Paulo e Palmeiras fazem duelo decisivo por título

Diferença é de quatro pontos entre o líder e o quarto colocado e vitória é fundamental no Morumbi, às 16h

DANIEL AKSTEIN BATISTA E GIULIANDER CARPES, Agência Estado

30 de agosto de 2009 | 08h56

O sonho do tetracampeonato brasileiro do São Paulo passa pelo caminho do técnico que lhe deu os últimos três títulos. Um confronto que promete um reencontro cheio de surpresas, emoção e também rivalidade, às 16 horas, no Morumbi (com acompanhamento do estadao.com.br e ao vivo na Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3). Muricy Ramalho agora está do outro lado do muro, no comando do líder Palmeiras, e vai enfrentar pela primeira vez a equipe que terminou os três anos que passaram no topo.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Muricy foi demitido pelo São Paulo em junho, logo após a eliminação na Copa Libertadores. Deixou o time na 12.ª colocação do Brasileirão. Nos jogos seguintes, já com Ricardo Gomes, a equipe oscilou um pouco, mas depois deu uma arrancada e chegou até a ocupar a 2.ª posição, a apenas um ponto do rival - agora, quatro pontos separam as duas equipes.

Uma semana depois de o São Paulo perder Muricy, o Palmeiras demitiu Vanderlei Luxemburgo e voltou suas atenções para o ex-são-paulino. Foi atrás dele e, num primeiro momento, não aceitou a proposta salarial pedida pelo técnico. Não desistiu e, quando todos achavam que Jorginho permaneceria no comando alviverde, o acordo acabou sendo fechado.

Com o time na liderança, Muricy seguiu o trabalho do antecessor. No CT vizinho, porém, algumas reclamações e broncas. Dagoberto, Washington e Borges foram alguns dos atletas que vieram a público para contar o desgaste que tinham com o técnico.

 SÃO PAULO
Rogério Ceni; Renato Silva, André Dias e Miranda; Jean, Hernanes, Richarlyson (Arouca), Jorge Wagner e Júnior César; Dagoberto e Washington
Técnico: Ricardo Gomes
 PALMEIRAS
Marcos; Wendel, Maurício Ramos, Danilo e Armero; Pierre, Edmílson, Souza e Diego Souza; Obina e Ortigoza
Técnico: Muricy Ramalho
Árbitro: Héber Roberto Lopes (PR)

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

Horário: 16 horas

Internet: estadao.com.br

Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3

TV: Band e Globo

O jogo do Morumbi não terá apenas o reencontro entre Muricy e São Paulo como ingrediente principal. Se não tivesse tropeçado na rodada passada (a derrota para o Atlético Paranaense acabou com a sequência de sete vitórias consecutivas e nove jogos de invencibilidade), os donos da casa jogariam pela liderança - o triunfo poderia colocá-lo na frente, pela primeira vez nesta edição do torneio.

Ao contrário do São Paulo, o Palmeiras mantém o equilíbrio no Brasileirão e segue no G-4 desde a 9.ª rodada. A vitória contra o Fluminense, há sete partidas, o deixou na ponta e, desde aquele dia, não a mais perdeu. Neste domingo, vai a campo empolgado com a contratação de Vágner Love, que deve ser apresentado nesta segunda-feira. A dúvida de Muricy é em relação a Cleiton Xavier, machucado. O meia pode ser o único desfalque do Palmeiras.

O São Paulo deve entrar em campo com os 11 titulares de costume escalados por Ricardo Gomes, embora o técnico não divulgue a escalação. O são-paulino é taxativo: "Vencerá o clássico quem ganhar o duelo no meio-campo".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.