Divulgação
Divulgação

São Paulo e volante Denilson recusam proposta de time árabe

Jogador de 27 anos também interessa a equipe mexicana

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

11 de junho de 2015 | 17h53

O São Paulo não aceitou liberar o volante Denilson para o Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos. O técnico Juan Carlos Osorio quer a permanência do jogador e a diretoria recusou a proposta no valor de R$ 12 milhões, dos quais R$ 4,8 milhões iriam para o clube do Morumbi, dono de 40% dos direitos econômicos do atleta, que detém a parcela restante.

O jogador também recebeu a sondagem de um clube mexicano, mas não pretende deixar o São Paulo por enquanto, a não ser que as propostas melhorem. Com contrato até 2017, o volante é titular e os valores de salário oferecidos pelos times do exterior são próximos do que já ganha no Tricolor. Osorio também conta com Denilson e o considera importante para o time.

Denilson, de 27 anos, voltou ao São Paulo em 2011 depois de cinco anos no Arsenal, da Inglaterra. Desde o segundo semestre do ano passado o volante é titular e compõe o setor de marcação no meio-campo junto com Souza.

Nesta quinta-feira o vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, esteve no CT da Barra Funda e conversou com o técnico colombiano sobre as possíveis negociações de atletas do clube. Além de Denilson, o zagueiro Rodrigo Caio também recebeu proposta e deve ser oficializado como reforço do Atlético de Madrid.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCDenilson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.